MIP inaugurou sede de campanha em Pontével

À escolha de Pontével para receber a sede de campanha não deverá ser alheio o facto de o cabeça de lista à freguesia, Jorge Pisca, ser atualmente o presidente de Junta eleito

Foi ao final da tarde de sexta-feira, 22 de setembro, que o Movimento Independente Pluralista (MIP) inaugurou a sua sede de campanha eleitoral para as autárquicas do próximo domingo.

Recorde-se que o MIP apenas concorre a três freguesias do concelho do Cartaxo: Pontével, União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta e Valada, e à escolha de Pontével para receber a sede de campanha não deverá ser alheio o facto de o cabeça de lista à freguesia, Jorge Pisca, ser atualmente o presidente de Junta eleito, embora pelo Paulo Varanda – Movimento Pelo Cartaxo.

A casa (pequena) estava a abarrotar pelas costuras, o que levou os responsáveis desta candidatura a optarem por fazerem a inauguração oficial na rua, mesmo no coração da vila, junto ao Mercado Municipal. Na ocasião, e num discurso breve, Jorge Pisca teve oportunidade de dizer que “sou novamente candidato a líder desta bonita freguesia, a melhor do mundo. Sem hesitações, acreditei neste Movimento Independente Pluralista”, acrescentando que “esta equipa distingue-se por ser jovem, cuidada, respeitadora, sem vícios e com muita vontade para trabalhar”.

Em jeito de balanço, Jorge Pisca salientou que “tornámos a Junta mais transparente, aproximámos a Junta às pessoas da nossa freguesia, devolvemos o poder ao povo, dizendo a verdade e combatendo o erro”. Passou, depois, às exigências. “Pontével exige que hajam mais e melhores empresas. O Parque Industrial do Casal Branco tem de ser uma realidade e não só promessas por parte do Município em altura de eleições. Urbanização e fixação de empresas são os alicerces da sociedade”, acrescentou, aproveitando para referir as condições criadas no Largo do Rio da Fonte, que “sei que podemos e iremos melhorar o espaço. Precisamos de tempo”, salientou.

“A construção da rede de esgotos será sempre uma exigência nossa e uma prioridade. Casais Lagartos há 14 anos que tem as manilhas enterradas no solo, mas não as podem ligar. Dizem que será para o ano, com a nova ETAR em Valada. Estaremos cá para ver. Em Casais da Amendoeira só uma pequena parte da aldeia foi contemplada, o restante não era rentável. Casais Penedos não tem, Casais das Areias, Várzeas, Vale da Zebra… enfim, até a vila de Pontével não tem 40 por cento de saneamento básico”, criticou.

Mais artigos
1 De 35

Para os próximos quatro anos, a equipa liderada por Jorge Pisca quer transformar a escola da vila num Núcleo Museológico do Desporto e da Cultura, áreas em que a freguesia é rica, e “temos de criar  um Núcleo Museológico para contemplar todas estas áreas”.

A terminar, Jorge Pisca salientou que “com o aparecimento dos independentes estamos a mudar a política local e nacional e a maneira como o povo vê os partidos políticos. Temos, obrigatoriamente, de ser mais unidos, mais próximos, mais solidários, mais presentes, mais Pontével. É preciso acreditar novamente. Queremos fazer do dia 1 de outubro a consagração da independência da nossa freguesia”.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.