O mundo da música está de luto

Morreu David Bowie, dois dias depois de completar 69 anos e de lançar o seu último álbum “Blackstar”. É mais uma estrela que passa a brilhar no céu e que nos deixa, na Terra, um riquíssimo legado musical

Screenshot_Ziggy_StardustDavid Bowie deixou-nos esta madrugada, em Nova Iorque, onde lutava contra um cancro há mais de um ano, sem que ninguém soubesse, só mesmo os mais chegados ao músico. Tinha acabado de lançar um álbum, onde, numa das músicas, canta “olha cá para cima, estou no céu”, onde podemos deduzir de que se tratava já de uma despedida deste cantor e autor maior.

O músico britânico, considerado uma das maiores celebridades da cultura popular mundial, “morreu tranquilamente hoje, rodeado pela sua família, após uma corajosa batalha contra o cancro durante 18 meses”, referia a notícia publicada nas redes sociais, cerca das 6h30. Também nas redes sociais várias personalidades da música e até da política deixam mensagens (no Twitter já se registaram três milhões) de pesar por esta morte tão inesperada, quase chocante.

Bowie era conhecido pelo camaleão, pelas suas constantes mudanças de estilo, em cada álbum, sempre surpreendente, com novos conceitos, novos personagens, influenciando a cultura musical assim como o imaginário visual.

Space Oddity (1969) e The Man Who Sold the World (1970) trouxeram-no para a ribalta, antevendo-se na época o talento e criatividade do músico consolidados com The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars (1972), altura em que cria o personagem Ziggy Stardust, a andrógina e bissexual estrela rock de outro planeta. No início dos anos 80 consegue o seu maior êxito de vendas, com Let’s Dance.

Depois disso, cantou com várias outras estrelas do rock, como Freddie Mercury, Mick Jagger ou Tina Turner, entre tantos outros, e produziu discos de tantos outros músicos famosos, consagrando-se como um dos maiores artistas mundiais. Para além da música, participou também como ator, entrando em alguns filmes.

Mais artigos
1 De 276

O mundo está de luto com a perda de David Bowie.


Pode gostar também

Comentários estão fechados.