Municípios da Lezíria pedem prioridade no abastecimento às agroindústrias

Considerando que o que distingue a Lezíria das outras regiões do País é o setor agrícola e agroindustrial, e que atualmente se encontra em plena época de colheitas, a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) apela ao Governo que considere os postos de abastecimento de combustível localizados nas zonas rurais como parte integrante da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), de forma a assegurar o abastecimento de combustível dos agricultores.

Para além disso, apela que, para além desta rede, se considere como prioritário o abastecimento às agroindústrias.

Em comunicado, a CIMLT revela a preocupação pelo impacto que a greve motoristas de mercadorias e de matérias perigosas por tempo indeterminado, sobretudo, no sector primário na Lezíria do Tejo, especialmente no que respeita à agricultura e agroindústria, preocupação essa, manifestada em reunião do Conselho Intermunicipal da CIMLT, na passada quarta-feira, 31 de julho.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.