Notas da quinzena

 

Opinião de António Gaspar

Antonio GasparMuito bom (18 a 20 valores)
Bombeiros Mais uma vez e de forma exemplar, os Bombeiros Municipais do Cartaxo e os voluntários que neles se integram, numa época de incêndios particularmente difícil, revelaram elevado nível profissional, sentido humanitário e notório espírito de entrega à causa dos bombeiros – vida por vida. Homens e mulheres que integram os Bombeiros do Cartaxo são exemplo e orgulho para toda a população do concelho do Cartaxo, aos quais, em dever cívico, devemos toda a gratidão em reconhecimento público, dispensando-lhes toda a ajuda e solidariedade. Obrigado. Nota máxima – 20 valores.

Economia agrícola O objectivo da Agroglobal é a promoção e organização um evento 100% profissional, assente num novo formato baseado na inovação, dinâmica e interactividade. Um evento que valorize o saber de experiência feito de gerações de agricultores, e que exiba os meios tecnológicos e científicos que um enorme conjunto de empresas coloca à disposição da produção de forma permanentemente renovada. Procuram também, através da organização de debates de elevado nível com a participação membros do governos e outros peritos nos sectores da agricultura e economia, dar a conhecer a nossa luta dentro da UE para que as nossas especificidades sejam levadas em conta e o esforço efetuado para que as ajudas disponíveis sejam aplicadas de forma simples, pragmática e sem desperdícios. Grande evento realizado em Valada que muito contribui para o desenvolvimento da agricultura e a divulgação do lugar onde se realiza. Nota elevada – 18 valores.

Bom (14 a 17 valores)
Escola A Câmara do Cartaxo está a entregar manuais escolares e fichas de trabalho a 355 alunos do primeiro ciclo do concelho, um investimento de 17 mil euros que o município considera constituir “um apoio essencial a muitas famílias”. Para além da aquisição e compra de manuais novos às famílias, a Câmara Municipal, organiza um programa de troca de manuais escolares usados, disponível na Biblioteca Marcelino Mesquita. Nunca é demais o investimento nas famílias quando o objectivo é refletir-se na educação e ensino das crianças e jovens do concelho. Uma aposta na formação das crianças e jovens é, sem dúvida, uma aposta no futuro e este é já amanhã. Consideramos boa aposta, mas claramente insuficiente e restritiva no universo necessitado. Bom mais – 16 valores.

Suficiente (10 a 13 valores)
Cultura Para além das festas tradicionais realizadas nas diversas freguesias do concelho do Cartaxo, que mais uma vez revelaram a vivacidade, dinâmica e tradição das gentes locais, bem como notório e sacrificado empenho nas respectivas realizações, com destaque para Vale da Pinta pela superação das dificuldades e de Pontével pelo elevado resultado positivo, a nível cultural e no período de férias, a cidade do Cartaxo primou pela inatividade. Passar dias no mês de agosto na cidade do Cartaxo, com exceção das piscinas municipais, é como a viagem a um deserto. Arraial popular em julho e Dia internacional da Juventude em agosto merecem nota suficiente mínima – 10 valores

Mais artigos
1 De 295

Medíocre (6 a 9 valores)
Poder local Cartagua, refeições escolares, saneamento básico da freguesia de Pontével e adendas aos protocolos de execução entre a Câmara e as Juntas de Freguesia, entre outras, foram matérias de elevada importância levadas às últimas reuniões de Câmara e da Assembleia Municipal do Cartaxo. Contudo a análise e discussão sobre tais matérias pelos autarcas eleitos nos respectivos órgãos mostrou-se manifestamente pobre ao nível do debate político e do esclarecimento, nulo ao nível das soluções e inexistente ao nível da responsabilização. São assuntos de extrema importância que não podem ser tratados a este nível. Por vezes é necessário falar do passado para avaliação, mas necessário, senão mesmo exigível, são soluções para futuro, o qual deve ser muito melhor que o passado. Momentos negativos – 7 valores

Mau (0 a 5 valores)
Saneamento básico Decorridos mais de 40 anos da data de 25 de Abril de 1974, depois da consolidação do poder local, da integração de Portugal na Europa, da receção de fundos comunitários para o desenvolvimento local, do regular funcionamento das instituições através da expressão direta do povo em inúmeras eleições para as autarquias com base em programas eleitorais com vista ao desenvolvimento da saúde pública e bem-estar das populações, no concelho do Cartaxo, em meados do ano 2016, em sede de assembleia municipal ainda se pedem contas por não haver saneamento básico na freguesia de Pontével. Inacreditável. Que vergonha. É exigível solução rápida. Muito mau – 0 (zero) valores


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.