Notas da quinzena

por António Gaspar

António Gaspar traz-nos as notas da primeira quinzena de Outubro, onde avalia a atualidade do concelho, do desporto à cultura, passando pela política, entre outros, e atribui notas que vão do Muito Bom ao Mau

Muito bom (18 a 20 valores)

Agrupamento de Escolas
Em resultado de avaliação externa cujo relatório foi agora conhecido, o Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita obteve a classificação de Muito Bom em cada uma das áreas em avaliação – resultados; prestação de serviço educativo; liderança e gestão. A classificação de MUITO BOM significa que a ação da escola tem produzido um impacto consistente e acima dos valores esperados na melhoria das aprendizagens e dos resultados dos alunos e nos respetivos percursos escolares. Os pontos fortes predominam na totalidade dos campos em análise, em resultado de práticas organizacionais generalizadas e eficazes. Este resultado deve merecer o reconhecimento público da comunidade, em especial dos alunos, pais e encarregados de educação. Reconhecer mérito aos que souberam ensinar e agradecer aos que se dedicaram e aceitaram aprender. Para a próxima queremos a nota de excelente. Merecem muito boa nota – 19 valores.

Adega Cooperativa do Cartaxo
Agora foi no difícil e competitivo mercado asiático que a Adega Cooperativa do Cartaxo conseguiu levar e elevar o vinho do Cartaxo, ao ponto de receber quatro medalhas de ouro e uma de prata no “Asia Wine Trophy 2017”. Este é apenas e só a maior e mais importante competição de vinhos em toda a Ásia e uma das maiores do mundo. Apresentaram-se mais de 4000 vinhos e estavam presentes 30 representantes das maiores importadoras da Ásia. Muito bom trabalho da equipa que lidera a Adega Cooperativa do Cartaxo, a qual teima em demonstrar que é possível desenvolver a economia do Cartaxo com base no produto agrícola da terra – o vinho, por mais difíceis e exigentes que seja o mercado. A qualidade é um dos segredos. Nota elevada de 18 valores.

Bom (14 a 17 valores)

Clube de Natação do Cartaxo
A atleta Rafaela Silva do Clube Natação do Cartaxo participou no Campeonato do Mundo Biatle/Triatle que se realizou de 20 a 24 de setembro, em Viveiros – Espanha, em representação da Seleção Portuguesa. Rafaela obteve o 19° lugar em Sub – 15 e o 3° lugar por equipas obtendo a medalha de bronze e sendo a melhor portuguesa no seu escalão. Pelo bom trabalho, profunda dedicação, permanente rigor e bom resultado, merece nota de bom, assim como o Clube e a sua treinadora Rita Alexandre Ribeiro. Um Bom de limite máximo – 17 valores.

Mais artigos
1 De 295

Ateneu Artístico Cartaxense
Mais uma vez atletas do Ateneu Artístico Cartaxense são selecionados para representarem a seleção nacional no próximo campeonato Mundial de Ginástica, que se realizará em Novembro próximo, em Sofia, na Bulgária. Isabel Barba, André Pareike e Martim Botelho são os atletas selecionados. Também aqui de reconhecer publicamente o bom trabalho que o AAC, a sua Direção e, em matéria específica, dos treinadores destes atletas, Filipe Costa (Trampolins) e Ana Guimarães e Edite Silva (Tumbling), os quais há longos anos têm dado provas de elevada competência técnica e qualidade humana no treino destes e de muitos atletas do Ateneu. Votos de bom resultado. Um Bom franco de 15 valores.

Suficiente (10 a 13 valores)

Sport Lisboa e Cartaxo
Foi enorme a expectativa criada com a criação da SAD, com empenhados investidores, com uma equipa de futebol recheada de muitos e bons valores, com o objectivo de num futuro próximo chegar à Liga principal do futebol nacional. O campeonato distrital iniciou-se mas os resultados não correspondem à expectativa gerada e publicitada e a equipa do SLC após poucas jornadas já se encontra em 9.º lugar da tabela. No entanto e porque isto do futebol hoje não é mas amanhã já é, reservamos ainda nota positiva, mas mínima – 10 valores.

Medíocre (6 a 9 valores)

Eleições autárquicas
No passado dia 1 de Outubro decorreu mais um ato eleitoral para os órgãos das autarquias locais. A abstenção foi, mais uma vez, a grande vencedora com uma taxa de quase 49%. Durante a campanha pouco ou nada se ouviu sobre esta realidade que já se tinha manifestado em eleições anteriores, também com elevada percentagem, mas ninguém tratou do assunto. Foi por descuido ou por conveniência? Quem não votou contribuiu para a fraca legitimidade de qualquer maioria e para o enfraquecimento de qualquer outra minoria. Quem venceu está democraticamente legitimado para governar, mas representa apenas um quarto da totalidade dos eleitores. Nota negativa de 8 valores.

Mau (0 a 5 valores)

Incêndios
Vidas perdidas em número elevado e em circunstâncias trágicas; enormes áreas ardidas com floresta desordenada, sem limpeza e desprezada pelos seus proprietários; casas consumidas pelo fogo que chegou sem grande oposição; alterações climáticas sem estudo prévio apesar de já existirem há anos; omissão de medidas estratégicas de prevenção; tudo se procurou saber depois, menos as causas dos incêndios; que as chamas se propagam com o vento já todos sabemos, mas quem e como as provoca ainda não se procurou saber e as trovoadas não justificam quase nada. Desta tragédia se retiram os Bombeiros, mas apenas aqueles que por voluntarismo vão para a frente do fogo. Causas e consequências muito negativas. Nota mínima de 0 valores.

Notas finais
I – Parabéns à Sociedade Cultural e Recreativa de Vale da Pinta por mais um aniversário. Reconhecimento pelos excelentes serviços prestados ao povo de Vale da Pinta, na cultura, recreio e desporto.

II – Menção honrosa para o Jornal de Cá e Revista Dada pela excelente iniciativa dos prémios “Cartaxo D’Ouro. Forte contributo para o reconhecimento de pessoas cujo trabalho se destacou nas diversas áreas escolhidas, gesto que o Cartaxo sempre demonstrou dificuldades em assumir.

III – Nota de mérito para o Cortejo das Vindimas organizado pela ACAS, no qual marcaram presença largas dezenas de pessoas. Grande contributo para a manutenção da tradição e valioso fomento para a cultura local.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.