O meu Cartaxo Tecnológico

Opinião de Miguel Ribeiro

Como nunca sabemos o dia de amanhã, numa altura em que o meu Cartaxo, cidade situada no coração do Ribatejo, passa por bastantes dificuldades, decidi dar a minha perspetiva de um Cartaxo diferente, um Cartaxo Tecnológico.

Quando cada vez mais conterrâneos abandonam a cidade e o país à procura de novas e melhores oportunidades de vida, eu olho para o meu Cartaxo e consigo observar um potencial sem comparação, uma cidade que, em tudo, poderia ser diferente, assim como um exemplo para muitas outras.

Porquê Cartaxo Tecnológico?

A cidade do Cartaxo precisa de desenvolvimento económico, desenvolvimento turístico e, como não poderia deixar de ser, desenvolvimento agrícola. A sustentabilidade destas áreas passa pela inovação tecnológica.

No turismo, a promoção, optimização de espaços, recurso a energias renováveis e limpas, agregado com o que há de novo nas novas tecnologias, podiam fazer de lugares como Valada, por exemplo, um polo de atração turística de referência nacional. Valada possui uma paisagem das mais bonitas que existem no Ribatejo e em Portugal. A aposta no Turismo naquela Freguesia seria um boom económico para todo o concelho, que há anos que não é explorado.

Na própria cidade do Cartaxo, apostar numa escola profissional de novas tecnologias, seria um apoio à criação de novos empregos e apoio ao desenvolvimento agrícola e comércio local.

Mais artigos
1 De 295

Era necessário que tudo isso fosse sustentado com um apoio autárquico, em melhores infraestruturas de comunicações, energias renováveis, sistemas de vigilância electrónica, locais públicos de acesso à internet, melhores modelos digitais de comunicação e interação com a população da cidade.

Existem cada vez mais apoios da UE para todos estes itens que mencionei, pelo que o investimento da autarquia seria muito menos do que a maioria pensa, pois geralmente olha-se para o Investimento Tecnológico como algo muito caro, o que não é bem verdade, uma vez que o retorno financeiro e social, a médio e longo prazo, reduz custos, aumenta perspetivas de crescimento económico e social.

Se todos observarmos com atenção, a par de uma população envelhecida, o comércio local está a desaparecer, os jovens e até os menos jovens a emigrar.

Antes que nos vamos todos embora, quero acreditar que existe um futuro menos negro para o meu Cartaxo. Um Cartaxo Tecnológico, um Cartaxo com futuro.

 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.