Oposição faz duras críticas ao Orçamento Municipal

Depois de ter sido aprovado em reunião de Câmara, no passado dia 8 de novembro, o Orçamento Municipal para 2019 voltou a estar em destaque, primeiro, na reunião de Câmara de 17 de dezembro, a propósito do parecer do FAM (Fundo de Apoio Municipal) sobre o documento e, depois, na Assembleia Municipal de 20 de dezembro, com a deliberação sobre o Orçamento e também o parecer do FAM.

Um documento que tem inscritos 19,6 milhões de euros e que representa a continuidade no rigor da gestão, para o PS.

Ao passo que o PSD considera que o documento “trata-se, não de uma previsão, mas de uma ilusão”, a CDU apelida o Orçamento 2019 de “simplesmente conformista” e o BE diz não poder “dar cobertura a uma lógica ‘financeirista’ do FAM e do PAM”.

Já o parecer do FAM “é o mais gravoso” para o Município, disse o vereador do PSD Jorge Gaspar. Nada de novo, respondeu Fernando Amorim, responsável pelo pelouro das finanças no Município, adiantando que tudo o que é apontado no parecer foi dito na apresentação dos documentos previsionais.

Fique a conhecer todas as reações na edição de janeiro do Jornal de Cá, esta sexta-feira nas bancas!

Pode gostar também

Comentários estão fechados.