Pais reabilitam Jardim de Infância da Lapa

O Jardim de Infância da Lapa, atualmente com 24 crianças, abriu as portas para este ano letivo com a cara lavada e maior conforto para todos os que ali passam os dias. A iniciativa partiu dos pais, mas toda a população, entre outros, contribuíram nesta requalificação.

Alexandra Barros, representante dos pais da Lapa, conta que fizeram um peditório, porta a porta, na Lapa, nos dias 15 e 17 de agosto, onde conseguiram angariar cerca de 1200 euros para beneficiação do Jardim de Infância. Neste peditório estiveram envolvidos não só os pais de meninos do Jardim mas também da Escola Primária, tendo esta verba sido dividida pelos dois espaços.

Mas aqui falamos das obras de beneficiação realizadas no Jardim de Infância, que começaram ainda em agosto (na última semana) e continuaram nas duas semanas seguintes, com cerca de dez pais a saírem do trabalho e a seguirem para as instalações do Jardim, em serões que se iniciavam às 21h e terminavam por volta da 1h da madrugada, no sentido de darem uma maior dignidade e conforto àquele espaço. Para além disso, cada um dos pais contribuiu com 20 euros para juntar ao que conseguiram no peditório à população da Lapa.

Valeu-lhes o esforço, mas também o apoio de empresários. A empresa Castelo de Versos, lda e João Barroca envolveram-se nesta causa doando, respetivamente 945 euros e mil euros que, juntando ao dinheiro angariado no peditório, pagou os quase três mil euros de orçamento para os alumínios, que vieram substituir todas as portas e janelas antigas do edifício. Para além disso, a Castelo de Versos, lda ofereceu ainda as tintas e a mão de obra para as pinturas, ainda que os pais tivessem feito toda a preparação das paredes, com um produto primário, e, posteriormente todos os acabamentos e limpeza, necessários após a obra. Por sua vez, o empresário João Barroca, que vive em Leiria, mas tem ligações à Lapa, ofereceu ainda um ar condicionado para o refeitório do Jardim e, aquando da sua montagem, verificou que havia um esquentador a gás, ofereceu também um termoacumulador para aquele espaço, substituindo o esquentador.

Como mostram as fotografias, o espaço renovado ficou bem acolhedor para mais um início de ano letivo. Segundo Alexandra Barros, este trabalho resultou de um esforço dos pais, mas “não foi muito difícil” concretizá-lo, porque “as pessoas ficaram sensibilizadas” com a causa e apoiaram. A avó de um dos meninos acabou por oferecer 500 euros, que já estão destinados para a reparação de um telheiro exterior, para o qual já há patrocínio, e, assim sendo, os pais decidiram beneficiar ainda mais aquele espaço construindo ali uma parede, proporcionado que aquele espaço exterior fique mais abrigado.

Mais artigos
1 De 8

Os pais esperam agora conseguir um ar condicionado para a sala de atividades, onde as crianças passam mais tempo. Também este espaço foi beneficiado com pinturas nas paredes, criadas por Vasco Porto, e mais alguns espaços de brincadeira que os pais arranjaram para que os mais de vinte meninos possam dar largas à sua imaginação e criatividade.

Pode gostar também
Comentários
Loading...