Parque de pesados preocupa camionistas do Cartaxo

Luís Maltieiro é um camionista residente no Cartaxo e, na segunda-feira, 7 de janeiro, foi à reunião de Câmara para, no período destinado à intervenção dos munícipes, manifestar a sua preocupação com o parque de pesados da cidade.

Segundo disse, existem naquele espaço “galeras abandonadas por alguns seareiros, camiões abandonado, vários, carros junto à casa que, supostamente, era para um segurança, basta olharem para o lado, quando se entra, na parte da frente, há uns seis ou sete camiões que vão só lá ao fim de semana, puxam-nos para a frente e para trás e voltam para o mesmo sítio e nós, que usamos as instalações diariamente para parquear o veículo não temos lugar. São carros a marcar lugar, é aquele mini-bar que lá está… Queria saber que intervenção é que a Câmara vai fazer, porque à sexta-feira é o pior dia, e às horas que às vezes chego não dá para estacionar. E se eu for estacionar fora do sítio, sujeito-me a ser multado”.

A acrescer a isto, o espaço tem muito pouca luz, “o que faz com que os roubos sejam ainda maiores. Não há luz, as pessoas entram lá dentro, e um depósito de gasóleo de um camião… estamos a falar aí de 1.500 euros, só no depósito”.

O presidente da autarquia, Pedro Ribeiro, esclareceu que o início do procedimento para o Regulamento daquele espaço já foi deliberado, estando este já a ser trabalhado. Seguir-se-á um período de discussão pública, “mas a ideia genérica é haver um Regulamento, porventura, haver uma tarifa que possa custear um segurança, mesmo que seja uma pequena quantia, que possa registar a entrada e saída de veículos e possa estar atento ao que se passa”.

O espaço vai ter iluminação led e a vedação vai ser reparada.

“Penso que em maio ou junho poderá estar a funcionar nas condições que nós queremos”, antecipou Pedro Ribeiro.

Ler
1 De 536

Para já, ficou a promessa de que “quando tivermos o Regulamento, faço questão de lhes enviar, porque vocês têm mais experiência do que nós, para poderem dar sugestões”, rematou o autarca.

Pode gostar também