Pedro Mendonça encabeça lista do LIVRE por Santarém

Pedro Mendonça, 46 anos, natural e residente no Cartaxo e trabalhador em Santarém na Fundação INATEL foi eleito para encabeçar a lista do partido LIVRE deste distrito à Assembleia da República.

No seu discurso após a saída dos resultados das eleições primárias Pedro Mendonça referiu sentir-se “orgulhoso por não ter sido imposto por nenhum diretório, mas eleito para representar os valores da Igualdade, Ecologia, Liberdade e Socialismo democrático nas próximas eleições”, “jamais aceitaria ser imposto contra a vontade dos Ribatejanos”. O candidato referiu ainda que será, caso seja eleito, “um deputado nacional, mas nunca esquecendo o Ribatejo, porque é por ele que luta, onde trabalha, vive e é feliz. Nunca esqueço que sou europeu, português e ribatejano.”

O partido LIVRE, fundado em 2014, realiza primárias abertas para a composição das suas listas, sendo o único partido em Portugal que o faz, sendo também o único partido que estatutariamente obriga à paridade na composição dos seus órgãos.

Pedro Mendonça, trabalhou no Teatro da Trindade, no Teatro Nacional D. Maria II, foi diretor artístico do Centro Cultural do Cartaxo, fez assessoria de imprensa ao Ministro da Cultura do XIV Governo Constitucional, coordenou a comunicação da Fundação INATEL onde também trabalhou em Turismo e atualmente trabalha na área da Cultura INATEL no Distrito de Santarém. Na mesma organização presidiu ainda à Comissão de Trabalhadores Nacional até julho de 2019. Foi também autarca no Cartaxo.

Ainda segundo o comunicado do LIVRE, em segundo lugar nas eleições primárias ficou Rute Serôdio, natural de Albufeira e trabalhadora em Santarém há 25 anos.

O historiador, antigo eurodeputado Rui Tavares e fundador do partido será o último candidato na lista por Santarém, marcando simbolicamente a sua relação profunda à região onde cresceu.

Comentários estão fechados.