Pequenos gestos que fazem a diferença

É tempo de pensar melhor como usamos as nossas praias e respeitar o ambiente

O mar e as praias são atualmente o destino de grande parte do lixo produzido no mar e em terra que não é convenientemente depositado nos contentores a ele destinados. Estima-se que, de entre os detritos encontrados nas praias portuguesas, 90 por cento é plástico, por ser uma matéria que se degrada muito lentamente e dura muito tempo nos oceanos.

É tempo de pensar melhor como usamos as nossas praias e, tal como o chapéu, a toalha, a cadeira e os jogos fazem parte dos utensílios a levar para a praia, é preciso levar também recipientes para colocar o lixo.

A grande maioria das praias dispõe de depósitos de lixo diferenciado onde poderá, à saída, colocar o lixo que acumulou ao longo do dia, sem grandes dificuldades.

Lembre-se que deve deixar o lugar que ocupou na praia tal como se encontrava quando o escolheu para ali passar um dia descontraído a apanhar sol e a ouvir a rebentação das ondas do mar. E se este local, ainda assim, não estava nas melhores condições, dedique uns minutos desse dia a limpar a areia em seu redor, livrando-a de beatas e pequenos pedaços de plástico que, infelizmente, cada vez mais, encontramos com facilidade nas nossas praias.

São pequenos gestos que fazem a diferença, ajudando a melhorar o ambiente e que podem incentivar o vizinho do lado a fazer o mesmo, colaborando numa tarefa.

Pode gostar também
Comentários
Loading...