Pilares da Ponte Rainha D. Amélia alvo de inspeção subaquática

Decorreu no passado dia 27 de dezembro uma inspeção subaquática aos pilares da Ponte Rainha D. Amélia, na sequência do aumento dos caudais verificados depois das últimas chuvas intensas que levaram ao encerramento da circulação automóvel, no dia 20 do mesmo mês, por razões de segurança.

A decisão partiu das Câmaras Municipais do Cartaxo e de Salvaterra de Magos que, nesse mesmo dia, decidiram levar a cabo, com caráter de urgência, os trabalhos de inspeção das condições de segurança da mencionada infraestrutura.

“Em conformidade com o Protocolo existente, compete à Câmara Municipal do Cartaxo proceder à monitorização da Ponte através do procedimento técnico de levantamento batimétrico e de inspeção subaquática aos pilares da ponte, cabendo à Câmara Municipal de Salvaterra de Magos o levantamento topográfico do tabuleiro”, informa a nota do município.

Só após a diminuição dos caudais e com a corrente do rio estabilizada, houve condições técnicas para proceder ao levantamento batimétrico dos pilares da Ponte, sublinhando o município do Cartaxo que o aumento dos caudais do rio Tejo e as fortes correntes verificadas impossibilitaram a realização, em segurança, destes trabalhos antes do dia 27 de dezembro.

A Câmara do Cartaxo informa ainda que esta segunda-feira, 6 de dezembro, será efetuada a inspeção subaquática por uma equipa de mergulhadores, e conta receber o relatório técnico, conjugando os dados do levantamento batimétrico e da inspeção subaquática aos pilares, na próxima quarta-feira, 8 de janeiro. “Este relatório técnico será de imediato encaminhado para a empresa pública Infraestruturas de Portugal (entidade que tutela a Ponte) para emissão de parecer sobre as condições de segurança para a reabertura da circulação na Ponte Rainha D. Amélia”, termina a nota da Câmara Municipal.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.