Pipocas inventadas há mais de seis mil anos

Artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences

Investigadores peruanos e norte-americanos descobriram os restos fósseis de milho mais antigos da América do Sul.

Num artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, uma equipa de investigadores, liderada por Tom Dillehay, da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, e do peruano Duccio Bonavie, revela que encontrou restos fossilizados de milho, cuja análise permitiu verificar como eles eram manipulados para integrarem a alimentação das populações.

De acordo com o estudo o milho era frito de modo a obterem o efeito explosivo da pipoca. Estes são os vestígios mais antigos que existem deste tipo. A imagem publicada no artigo não é elucidativa, mas em laboratório ficou provado que há seis mil anos, as populações que habitavam as regiões da costa norte do Peru já comiam pipocas.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.