Porque temos nós lombalgias?

Lombalgia é o termo técnico para dor na coluna lombar, que usualmente o senso comum denomina por dor ao “fundo” das costas ou nas “cruzes”. De forma a termos noção do impacto da ocorrência de lombalgias, estudos apontam que 99 por cento da população mundial sofre pelo menos uma vez na vida desta patologia.

A coluna lombar é mecanicamente uma estrutura de máximo relevo, pois é o elo de ligação entre os membros inferiores com o tronco e membros superiores. Desta forma, existem forças ascendentes dos membros inferiores e forças descendentes do tronco e membros superiores que se cruzam na região lombar e que são absorvidos por esta. Dado esta tensão mecânica predominante, o risco de desenvolver patologias que conduzam a um quadro de lombalgia aumenta.

Uma das patologias mais frequente para além das hérnias discais é a espondilose lombar, existindo uma degeneração/envelhecimento dos vários elementos anatómicos da coluna. Há uns anos a esta parte, deparamo-nos com um aumento de individuos entre os 40/50 anos com degenerações precoces da coluna lombar, não correspondendo a idade real à idade depreendida pelo estado da coluna nos exames complementares.

Alguns fatores são apontados como causas para esta situação atual. Um estilo de vida sedentário, sem atividade física, bem como longos períodos de tempo sentado promovem uma atrofia muscular, que é a única estrutura que pode suportar a coluna lombar reduzindo a sobrecarga e evitando a sua degeneração precoce.

A forma como nos sentamos também é crucial para a vitalidade da nossa coluna, procurando evitar os sofás ou cadeiras baixas e tentar manter a coluna apoiada, podendo recorrer ao uso de almofadas.
A melhor atividade para reforço da coluna é aquela que o utente sinta gosto em realizá-la, de forma a ser executada de forma continua e produzir efeitos. A natação e as caminhadas são sugestões possíveis.

Exercícios para aliviar a tensão muscular na coluna
Deitado, cruzar a perna direita repousando o pé sobre a coxa esquerda. Com as duas mãos segurar a coxa esq. e trazer ao peito. Aguentar 15 seg., repetir 5 vezes. Repetir com a outra perna.

Mais artigos

Cervicalgia

Ilidio_007-300x200

 

 

 

 

 

 

 

Deitado de barriga para baixo. Colocar uma almofada debaixo da barriga. Contrair as nadegas e levantar uma perna alternada. Aguentar 3 seg., repetir 15 vezes.

Ilidio_009-300x200

 

 

 

 

 

 

 

Deitado de barriga para baixo. Colocar uma almofada debaixo da barriga. Contrair as nadegas e levantar o tronco com as mãos debaixo da testa (cerca de 20cm). Aguentar 3 seg., repetir 15 vezes.

Ilidio_013-300x200

 

 

 

 

 

 

 

Na posição de gatas, sentar-se sobre os calcanhares e alongar os braços. Aguentar 10 segundos, repetir 5 vezes.

Ilidio_003-300x217

 

 

 

 

 

 

 

 

escrito por Ilídio Vargas, Osteopata Fisioterapeuta

Pode gostar também

Comentários estão fechados.