Presidente remete para 2020 respostas à oposição

Os vereadores da oposição na Câmara do Cartaxo, Jorge Gaspar e Nuno Nogueira, eleitos pela coligação Juntos Pela Mudança (JPM), questionaram o presidente do Município, Pedro Ribeiro, na reunião de Câmara de 16 de dezembro, sobre “qual o nível de execução física e financeira do plano de recuperação da rede viária do Cartaxo? Estamos a chegar ao final do ano de 2019 e gostaríamos de saber, do ponto de vista financeiro e do ponto de vista físico, nomeadamente, quilómetros ou metros quadrados, qual é o ponto de situação relativamente à sua execução”, questionou Jorge Gaspar.

Além disso, a oposição quer saber “qual o nível de execução, em geral, do plano de investimentos previsto para o exercício de 2019? Nós colocámos esta questão há duas ou três reuniões e foi-nos dito que não era grande coisa mas, como estávamos a chegar ao final do ano, as coisas iam acelerar”.

A acrescer a estas duas questões, Jorge Gaspar perguntou pelo “ponto de situação dos estudos para a reabertura da Estrada Nacional nº 3 aqui no centro da cidade? O senhor presidente disse, há dois ou três meses, que até ao final do ano poria a discussão, nesta Câmara, os estudos. Estamos na última reunião do ano e quero perguntar-lhe porque é que não vieram”.

Ainda no que respeita à circulação rodoviária, os vereadores querem, também, saber qual o ponto de situação “relativamente à circulação de pesados na freguesia Pontével”.

Pedro Ribeiro disse não ter elementos para responder às questões quanto à execução do plano de recuperação da rede viária e à execução do plano de investimentos para 2019. “Vamos reunir esses elementos para dar o ponto de situação da execução financeira”, explicou.

Quanto aos estudos para a eventual reabertura da Nacional 3, “terá de passar para janeiro, não vamos conseguir encontrar datas em dezembro, entre nós e o gabinete que fez o estudo, para despoletar a discussão pública. Estamos convencidos que em janeiro teremos condições para o fazer”, adiantou Pedro Ribeiro.

Mais artigos
1 De 526

No que respeita à circulação de pesados pela freguesia de Pontével, o autarca referiu que “solicitámos, mais uma vez, à Câmara de Azambuja, penso que através de ofício da área da Proteção Civil, o ponto de situação”. Segundo Pedro Ribeiro, a Câmara de Azambuja está a trabalhar com as suas freguesias, no sentido de encontrar uma solução. Por isso, o presidente está convicto que “o assunto não está parado nem esquecido”, rematou.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.