Projeto Campo Seguro apresentado

O Auditório Municipal da Quinta das Pratas recebeu ontem, 17 de abril, a apresentação pública do Projeto Campo Seguro, que contou com a presença de muito poucos agricultores e associações, apesar dos convites endereçados.

Este projeto, aprovado por maioria em Assembleia Municipal há já quatro anos (2015) por iniciativa do deputado do PSD, José Barroso, parece que vai, finalmente, ver a luz do dia e passar a vigorar no concelho do Cartaxo, com as freguesias de Valada e Vila Chã de Ourique, pela extensão e características dos seus campos agrícolas, a serem as duas primeiras em que o Campo Seguro vai ser aplicado no terreno.

A demora na concretização do projeto foi motivo de um pedido de desculpas do presidente do Município, Pedro Ribeiro, “ao proponente, porque foi demasiado tempo até chegarmos aqui”.

“A ideia não foi inventada por nós, foi copiada de outros concelhos vizinhos onde tinha sido implementada, e os resultados apontavam, por exemplo, no caso de Almeirim, para uma redução em cerca de 70 por cento dos furtos”, começou por explicar José Barroso. A juntar a isto, acrescentou, a atividade nos campos, por ser sazonal, leva a que os proprietários ou arrendatários coloquem toda a sua maquinaria no campo, e “sabemos das dificuldades das forças policiais para poderem monitorizar áreas tão vastas”. A ideia “seria dissuadir alguns, outros não”, referiu.

Para já, o projeto vai ser implementado no concelho do Cartaxo, mas o ótimo seria que também os municípios vizinhos aderissem “para ficar mais complementado, digamos assim. O Campo Seguro seria mais reforçado se houvesse limites. Não temos nenhum limite físico, mas seria bom se pudéssemos ter uma zona-tampão, quer para a esquerda quer para a direita, esperando que isto pudesse reduzir a criminalidade”.

O Projeto Campo Seguro tem como principais objetivos promover a proximidade entre forças de segurança e agricultores, colocar o enfoque na prevenção e fomentar boas práticas de segurança.

Mais artigos
1 De 361

Com a prevenção de furtos a equipamentos, colheitas ou alfaias agrícolas, como principal preocupação, o Projeto Campo Seguro vai ter como primeira medida a executar o condicionamento da circulação viária em período noturno, entre as 19h e as 7h, em caminhos classificados como públicos. Nos caminhos, que estarão devidamente sinalizados, a circulação passará a ser interdita a veículos não identificados com dístico próprio.

Os dísticos podem ser adquiridos nas Juntas de Freguesia ou na Câmara Municipal, bastando, para isso, apresentar a documentação das viaturas.

Pode gostar também
Comentários
Loading...