Proteção Civil alerta para temperaturas elevadas

Até dia 18 de julho, sábado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê um índice de raios ultravioleta e valores de temperatura do ar muito elevados, com a temperatura máxima a atingir valores a rondar os 40°C e a temperatura mínima acima dos 20°C (noites tropicais).

Neste sentido, o serviço municipal de Proteção Civil recorda as recomendações da Direção-Geral da Saúde:
◾ Procurar ambientes frescos e arejados ou climatizados;
◾ Aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural, sem açúcar e, evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
◾ Evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11h e as 17h;
◾ Utilizar protetor solar, com fator igual ou superior a 30, e renovar a sua aplicação de duas em duas horas;
◾ Utilizar roupa leve, preferencialmente de algodão, que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta;
◾ Evitar atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente, desportivas e de lazer no exterior;
◾ Não permanecer dentro de viaturas estacionadas e expostas ao sol (e nós acrescentamos: não deixe o seu animal de estimação dentro da viatura);
◾Correr as persianas ou fechar as portadas durante o dia. Utilizar, se possível, equipamentos de climatização;
◾ Refrescar a habitação no período noturno, permitindo a circulação do ar dentro de casa;
◾Dar atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor, tais como, crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, e pessoas isoladas;
◾ As pessoas com doença crónica devem seguir as recomendações do médico assistente ou, em caso de dúvida, contactar a linha SNS 24: 808 24 24 24.​

Perigo de incêndio rural
Também a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alerta para o risco de incêndio, devido à “continuação de tempo quente e seco com consequências nos índices de risco de incêndio (muito elevado a máximo) em especial no interior norte e centro e no Algarve”.

Como tal, a ANEPC recorda que durante o Período Crítico (1 de julho a 30 setembro) é:
◾ Proibido fazer Queima de Amontoados sem autorização. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520.
◾ Proibido utilizar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural salvo se, usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados, para o efeito.
◾ Proibido fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais.
◾ Proibido lançar balões de mecha acesa e foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da câmara municipal.
◾ Proibido fumigar ou desinfestar apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas.
◾ Proibido usar motorroçadoras (exceto se possuírem fio de nylon), corta-matos e destroçadores nos dias de Risco Máximo. Evite o uso de grades de discos.
◾ Obrigatório usar dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos de escape e chaminés das máquinas de combustão interna e externa nos veículos de transporte pesados e 1 ou 2 extintores de 6 Kg, consoante o peso máximo seja inferior ou superior a 10 toneladas.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.