PSD apoia Jorge Pisca em Pontével

A candidatura do PSD, Acreditar no Futuro, apoia a candidatura do MIP – Movimento Independente Pluralista à Freguesia de Pontével, liderada por Jorge Pisca, nas próximas eleições autárquicas.

O PSD diz reconhecer em Jorge Pisca e na sua equipa “um conjunto de homens e mulheres com enorme espírito de cidadania, que garantem a melhor solução para liderar os destinos desta freguesia, nos próximos quatro anos”.

Em comunicado às redações, a direção de campanha do PSD informa que “este apoio decorre em primeiro lugar do reconhecimento pelo trabalho executado com demonstrado impacto positivo junto da população nos últimos quatro anos, bem como pela postura construtiva, de diálogo e respeito que o atual executivo sempre teve perante o eleito do PSD, Hernâni Rodrigues, que aqui nos cabe agradecer a elevada responsabilidade com que pautou o seu mandato”.

O PSD considera ainda que “o rigor e transparência na apresentação de todos os documentos relacionados com a gestão da freguesia, que não tem par com mais nenhuma freguesia do nosso concelho, permitem concluir que a boa gestão financeira é acompanhada de uma boa prestação de serviços em Pontével”.

Na vertente política, da defesa dos interesses da população da freguesia, o PSD realça ainda “a combatividade demonstrada por Jorge Pisca, que em momento algum se resignou ou baixou a fasquia perante o município, mantendo aliás uma postura exigente na concretização de valor para o seu território”, resumindo que “estas são características e formas de estar com que o PSD se revê, e em que mais que uma vez, procurou estar ao lado do MIP, nos mais variados órgãos autárquicos”.

O PSD Cartaxo salienta “que a capacidade de gerir, de tomar boas decisões e de executar atempadamente projetos relevantes para a qualidade de vida dos que vivem no nosso concelho serão sempre a nossa prioridade”, sublinhando que “com este apoio, o PSD pretende demonstrar também que acima de qualquer sentimento de vaidade, ou de clubismo partidário, estão os interesses das populações. Assim acreditamos que esta iniciativa se revela uma verdadeira expressão de democracia”.

Pode gostar também