PSP deteta mais de mil infrações por falta de cadeirinha

 

policiaA Operação Risco Mínimo, desenvolvida pela PSP a nível nacional, entre 30 de junho e 7 de julho, foi direcionada para o transporte coletivo de crianças e para a adoção de comportamentos de risco por parte dos condutores.

A PSP fiscalizou mais de 17 mil viaturas, tendo detido 185 pessoas, a maioria das quais por conduzir com excesso de álcool (89).

Nesta operação, foram ainda detetadas mais de 6 400 infrações ao Código da Estrada, sendo a maioria por condução em excesso de velocidade (mais de 2300) e falta de sistema de retenção para crianças, vulgo cadeirinhas (perto de 1100). Entre as infrações mais frequentes encontram-se, ainda, o uso de telemóvel durante a condução (190) e a falta de inspeção obrigatória (cerca de 140).

As estatísticas da Organização Mundial de Saúde dão conta que anualmente morrem mais de 180 000 crianças, no mundo, com menos de 18 anos por causa de lesões e traumatismos provocados em ambiente rodoviário. As estatísticas revelam ainda que as lesões por acidentes rodoviários estão entre as quatro principais causas de morte em crianças com mais de cinco anos e são a principal causa de morte de jovens com idades entre os 15 e os 17 anos.


 

Pode gostar também

Comentários estão fechados.