PSP regista menos mortos na estrada em operação de Natal

 

Entre 15 de dezembro de 2016 e 2 de janeiro de 2017, a Polícia de Segurança Pública efetuou 938 detenções, das quais 327 por excesso de álcool (menos 58 que no ano anterior), 130 por falta de habilitação legal para conduzir (menos 2), 116 por tráfico de droga (mais 66) e 42 por furto (menos 9).

Os dados resultam do balanço final da “Operação Polícia Sempre Presente – Festas Seguras 2016” que a PSP desenvolveu a nível nacional, na sua área de responsabilidade, com o objetivo de diminuir os índices de sinistralidade rodoviária e de prevenir e fiscalizar comportamentos ilícitos e/ou de risco para a segurança da população durante o Natal e a Passagem de Ano.

No período em referência, a PSP apreendeu perto de 40 400 doses de droga, com destaque para a cocaína (22 207 doses), heroína (7 909 doses) e haxixe (6 756 doses).

Foram ainda apreendidas 76 armas, das quais 25 armas de fogo, mais 18 que em igual período do ano anterior.

Ao nível rodoviário, a PSP registou 3 036 acidentes, dos quais resultaram duas vítimas mortais, 42 feridos graves e 849 feridos ligeiros. Comparativamente ao período homólogo do ano passado, verificou-se um decréscimo do número de acidentes (menos 53) e vítimas mortais (menos 4), tendo-se registado um aumento do número de feridos ligeiros (mais 22) e graves (mais 5).

Mais artigos
1 De 34

Entre 15 de dezembro de 2016 e 2 de janeiro de 2017, a PSP levantou ainda 9 871 autos de notícia por contraordenação em matéria rodoviária, dos quais 598 por uso indevido de telemóvel durante a condução (mais 25,3 por cento que no ano anterior), 576 por falta de inspeção (mais 46 por cento que em 2015) e 229 por falta de cinto de segurança (mais 35,8 por cento).

De realçar ainda que foram controladas por radar 95 567 viaturas (mais 16,66 por cento que em 2015), registando-se 1 810 infrações por excesso de velocidade (mais 28 por cento).

Pode gostar também

Comentários estão fechados.