Raquel Vieira em 2º na lista do PSD à União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta

Raquel Vieira, 47 anos, natural e residente em Vale da Pinta, integra, como independente, a lista candidata pelo PSD à União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta, nas eleições autárquicas de 26 de setembro.

Raquel Vieira passou a sua infância e juventude entre Vale da Pinta e Cartaxo, onde estudou e ocupou os seus tempos livres enquanto membro da Banda, do Grupo de Teatro da Sociedade de Vale da Pinta; e mais tarde da Banda da Sociedade Filarmónica Cartaxense. Frequentou também a catequese em Vale da Pinta e depois no Cartaxo fazendo parte do grupo de jovens de ambas as paróquias. Neste período deu aulas de música num projeto de Educação Musical nas Escolas do 1º Ciclo do concelho.

Após terminar os estudos académicos na área da Sociologia do Trabalho (Gestão e Planeamento de Pessoal), em Lisboa, regressou ao seu concelho onde iniciou a sua atividade profissional enquanto formadora e diretora técnica na Associação Centro de Dia de Pontével.Durante seis anos, em regime de voluntariado, foi técnica cooptada na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cartaxo, a convite da sua presidente, por ter competências em matéria de Infância e juventude adquiridas no mestrado em Sociologia do Crime e Violência na área dos Maus Tratos às Crianças e Jovens. A convite do município, e em regime de voluntariado, foi também formadora nos Cursos de Educação Parental.

“Responsável, trabalhadora e dinâmica” são alguns dos adjetivos que, segundo a comissão política do PSD Cartaxo, ajudam a caracterizar Raquel Vieira. “Sempre disponível para participar na vida sociocultural da sua freguesia e do seu concelho, participou na 1ª edição da Rainha das Vindimas do Concelho do Cartaxo, fez parte da Comissão de Festas de Vale da Pinta, sendo atualmente catequista e membro do Conselho Económico da Paróquia de Vale da Pinta.”

“Aceitei este desafio incentivada pelo exemplo do meu pai, José Periquito Vieira, que sempre me incutiu uma forte ligação ao associativismo local. Sinto que este é o tempo certo para fazer mais pela minha terra e pelo desenrolar do seu futuro. Tal como um dia decidi que o concelho onde nasci me garantia condições para viver e crescer enquanto profissional e ser humano, quero contribuir para que as gerações vindouras possam também sentir que vale a pena aqui ficar”, diz Raquel Vieira.

João Pedro Oliveira, que lidera a lista candidata à União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta, considera que o percurso de vida de Raquel Vieira “garante à população, de Vale da Pinta, mas também do Caraxo preparação, dedicação e compromisso para ultrapassar os desafios a que se propõe no âmbito da candidatura: por um lado desenvolver uma gestão mais moderna, eficiente e eficaz na resolução dos problemas que afetam as pessoas, salvaguardando o tratamento equitativa do território sobre a alçada da União das Freguesias; e por outro, iniciar de forma harmoniosa e responsável, o procedimento previsto na Lei 39/2021 promulgada há menos de um mês, que permite concretizar a separação de ambas as freguesias, devolvendo uma gestão mais próxima e focada, para o Cartaxo mas sobretudo para Vale da Pinta”.

Ler
1 De 15

Na nota de imprensa do PSD Cartaxo “salientam-se como prioridades em Vale da Pinta para os próximos quatro anos: a requalificação dos antigos Lavadouros; a Integração Urbanística e Paisagística do espaço confinante entre a Rua Comendador Francisco Firmino Ribeiro da Costa e Rua 5 de Outubro; a melhoria do estacionamento no centro da freguesia tendo como pressupostos o reforço de nova sinalização horizontal e sinalética; a implementação de um órgão consultivo cujo objetivo passará por aumentar a proximidade com o executivo de junta e dinamizar atividades interassociações na freguesia; o reforço de medidas com vista ao combate à solidão de idosos e a concretização de eventos que promovam o envelhecimento ativo. Caso eleitos, os candidatos do PSD querem ainda ser parceiros do tecido associativo local na regularização dos seus espaços e equipamentos, de forma a ultrapassar constrangimentos existentes”.

Pode gostar também