Reiki, saúde e doença

Por Gina Florindo

A medicina convencional tem vindo a alcançar um fantástico progresso a cada dia, contribuindo, de uma forma extraordinária, para aumentar a qualidade e a esperança média de vida. À medida que a ciência vai progredindo em relação ao conhecimento do nosso corpo físico, mais necessário se torna repensar e estudar o ser humano como um todo.

A medicina convencional é uma das áreas do conhecimento humano ligada à manutenção e restauração da saúde, utiliza conhecimentos de diversas áreas científicas, como biologia, a química, a física, antropologia e epidemiologia.
A saúde consiste no equilíbrio físico, emocional, mental e espiritual, quando existe desequilíbrio em algum destes pontos, dá-se o fenómeno psicossomático e as doenças surgem. Nem sempre conseguimos manter equilíbrio entre o que pensamos, sentimos, dizemos e fazemos. Todas as doenças sem exceção têm origem psicossomática.

Neste momento a medicina convencional começa a despertar para esta realidade, dando conhecimento e consciência aos doentes oncológicos a necessidade de reavaliar os seus estilos de vida, esta consciência deveria ser dada em todas as doenças.

Deixo aqui um pequeno exemplo, se a pessoa, fizer muitas resistências à vida, pode somatizar na parte muscular, se tiver algum problema a nível circulatório, não está a conseguir deixar fluir a sua vida de forma natural, podendo mesmo desencadear tromboflebites ou coágulos em algumas zonas do corpo, se filtrar muito as emoções, pode dar problemas renais, ou infeção urinária, se estiver muito cansado, podem surgir gripes, dores de garganta – isto é só uma pequena abordagem para tomarem consciência que as doenças físicas estão sempre dependentes da “razão e a emoção”.
O Reiki trata o ser humano no seu todo, físico, emocional, espiritual e mental.

O Reiki não substitui a medicina, o Reiki e a medicina complementam-se. A medicina atua sobre a consequência, nunca trata a causa, atua no momento, mais tarde ou mais cedo, a doença volta.

O Reiki liberta tensões, depressões, melhora o sistema imunitário, desintoxica, equilibra e amplia a energia vital. As pessoas vencem dores que as atormentavam durante anos. Face à renovação constante dos nossos tecidos, a energia Reiki muda a estrutura química do corpo, ajudando a restaurar os músculos, os nervos, o esqueleto e a regenerar órgãos. É uma energia com inteligência própria que age com tudo o que precisa de ser modificado no nosso organismo físico e energético.

Mais artigos
1 De 8

Reiki é uma energia de equilíbrio. É um sistema revolucionário que ajuda o ser humano a adaptar-se às exigências desta fase de vida tão desequilibrada quer a nível social, político e financeiro.

A medicina é a ciência indicada para fazer diagnósticos. Assim é importante consultar o médico e seguir as instruções dadas por ele, fazer corretamente o acompanhamento adequado ao seu caso, podendo integrar, paralelamente, a terapia Reiki, que complementa, agiliza e integra o processo de recuperação da sua saúde.

  • Gina Florindo é Mestre de Reiki, Facilitadora de Cura Reconectiva/Reconexão, Numeróloga e Hipnoterapeuta
Pode gostar também

Comentários estão fechados.