Secretário de Estado reúne com empresários do Cartaxo

ptr

A simplificação de processos na administração pública trouxe o Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro, ao Cartaxo, para uma reunião promovida pela Câmara Municipal com empresários do concelho e da região, e que reuniu representantes de cerca de 30 empresas do concelho.

Uma reunião que não foi aberta à Comunicação Social, mas onde terão sido debatidas as possibilidades de simplificação de procedimentos na administração pública, com impacto no dia a dia das empresas, segundo nota da autarquia.

No final dos trabalhos, o governante disse ao Jornal de Cá que “esta foi uma reunião muito proveitosa, num ambiente muito agradável, onde os empresários desta região puderam partilhar os seus problemas e as suas inquietações e apresentar algumas sugestões, não só relacionadas com a Administração Central, mas também com aquilo que encontram quando contactam com a autarquia. Estou a pensar em dificuldades em alguns licenciamentos, em dificuldades, também, no atendimento nalgumas áreas da Administração Central. Falaram, também, nas diferenças de procedimentos dentro do mesmo departamento do Estado, quando contactam com os serviços de determinada região face àquilo que encontram noutra região, etc”.

Uma reunião “muito diversificada”, acrescentou Luís Goes Pinheiro, dizendo que “os empresários também eram de muitas áreas”, como o turismo, indústria, da construção, entre outras.

O secretário de estado garante ter intenção de voltar ao contacto com alguns destes empresários, e “levo daqui algumas ideias nas quais vou trabalhar e falar com outros colegas de governo de diferentes áreas”.

“Foi uma tarde produtiva e espero que venha a traduzir-se, no curto/médio prazo, em melhoria do ambiente para os negócios”, finalizou.

Mais artigos
1 De 543

O presidente do Município, Pedro Ribeiro, destacou a vontade do governante de ajudar a resolver os problemas de ‘relacionamento’ com a Administração Central, acrescentando que “levo daqui a boa expectativa de que o caminho que estamos a traçar é positivo, de ir ao encontro das preocupações dos nossos investidores, melhorar e adaptar a organização para ir ao encontro daqueles que aqui investem é um trabalho diário, e também permitiu fazer pontos de situação sobre dossiês importantes”, como a questão do PDM.

No que respeita ao relacionamento dos empresários com a autarquia, “nós temos de fazer um trabalho diário naquilo que a legislação em vigor permite simplificar. Mas também sabemos que há matérias na legislação que não podemos contornar. E no que diz respeito aos licenciamentos industriais e comerciais no nosso concelho temos de ter em consciência que grande parte dos problemas trata-se de procurarmos soluções para legalizar aquilo que nasceu mal”, o que consome muito tempo aos serviços.

Conselho Estratégico Empresarial e Social em andamento

A Câmara do Cartaxo aprovou, em novembro, a criação do Conselho Estratégico Empresarial e Social do Concelho do Cartaxo.

Um instrumento que tem por objetivo que “Câmara Municipal, empresários e investidores tenham um sítio para se sentarem à mesa e falarem dos problemas”, disse Pedro Ribeiro.

No entanto, até aqui, este conselho não tinha saído do papel. Por isso, um grupo de empresários juntou-se num jantar, para falar dos problemas que afetam as empresas no concelho do Cartaxo. Um jantar de que deram, posteriormente, nota à Câmara Municipal, através de oito empresários representantes deste grupo que, segundo Pedro Ribeiro, foram bastante incisivos nas críticas, mas também nas soluções apresentadas. “As coisas não se resolvem se não formos críticos, se não se puser o dedo na ferida”, realçou o autarca.

“É este trabalho que queremos fazer, lado a lado com os nossos investidores, todos os dias, com o diagnóstico atualizado das dificuldades que sentem e a trabalharmos com os nossos serviços, para que possamos corresponder às expectativas deles, que são as nossas”, sublinhou o presidente do Município.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.