Seller Danza apresentou-se no Jardim das Letras

A Companhia de Dança Contemporânea Seller Danza apresentou-se ao público, pela primeira vez, este sábado, no Jardim das Letras, na Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita, no Cartaxo.

Esta companhia, residente no Ateneu Artístico Cartaxense, é composta por Juan Seller, Lize-Lotte Pitlo, Roberto Seller, Joana Botelho e Pedro Finesterra, e tem por objetivo a descentralização da dança, das grandes cidades para zonas mais rurais, como explicou Juan Seller no final da apresentação, acrescentando que “gostávamos desta zona. E quisemos dar oportunidade a pessoas que de outra maneira não podiam fazer isto”.

A companhia apresentou ao público EL Laberinto de Nijinsky, uma peça lancinante que estreou na Irlanda em abril deste ano, e um “fragmento” de Transeuntes, que tem por base o livro Gritos da Minha Dança, da escritora Fernanda Botelho, e que tem estreia agendada para 14 de dezembro de 2019, no Centro Cultural do Cartaxo e co-produzida pela Câmara Municipal do Cartaxo.

Elvira Tristão, vereadora da Cultura na Câmara do Cartaxo, deu os parabéns ao Ateneu por acolher esta companhia, reforçando que “de facto, o Ateneu tem apostado em acolher propostas diferenciadoras. Penso que também é um caminho para a descentralização das artes e da cultura”.

A vereadora aproveitou para garantir que “estamos aqui, de portas abertas, para que desenvolvam os vossos projetos numa pequena cidade, que não é de interior mas que tem características das pequenas cidades de interior. Que seja a continuação de um projeto feliz e de mais encontros”.

Pode gostar também
Comentários
Loading...