Temporadas

Opinião de Frederico Corado

Começou o ano e os teatros refrescam a programação, apresentando novas temporadas com novos espectáculos, novas actividades e projectos diferentes.

Almada, com o Teatro Municipal Joaquim Benite, apresentou uma excelente programação que inclui a estreia de um “Hamlet” pela Cornucópia; o Teatro Viriato apresentou também a sua temporada; o Teatro Nacional D. Maria II abriu o ano com o “Cyrano de Bergerac”, numa bonita produção encenada por João Mota, o Teatro da Comuna estreou “PlayLoud” e no Porto o Rivoli e o Campo Alegre abrem portas sob nova gerência. Mesmo em tempo de crise o teatro consegue estar em festa!
O Centro Cultural do Cartaxo apresenta nos primeiros três meses da sua programação rubricas que continuam, como o já clássico “José Raposo Convida” ou as Cartaxo Sessions e há muitos espectáculos a não perder, momentos únicos no Cartaxo. É o caso do regresso do Teatro Praga com a ante-estreia de “Tear Gas”, o terceiro espectáculo da trilogia iniciada com “Eurovision” e “Israel”; Francisco Camacho com “Solos” ou a ante-estreia de “Satélites”, de Sofia Dias e Vitor Roriz. Vão aparecer ainda pelo Cartaxo Eduardo Madeira e Manuel Marques, com “Tiro e Queda”, e duas comemorações especiais, uma no Dia Mundial da Poesia e outra no Dia Mundial do Teatro.
O Centro Cultural promete um ano em grande, com uma programação diversificada com espectáculos para todos. A única coisa que falta agora é ficar cheio de público que demonstre que este Centro Cultural foi feito para si e que por uma equação matemática simples faça continuar o trabalho desenvolvido.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.