Termómetro de Esquerda #14

O termómetro de esquerda é um espaço de opinião de Vasco Miguel Casimiro. Um espaço que é local, regional, por vezes nacional e até internacional. Um espaço de reflexão, de partilha, que não pretende ser imparcial nem unânime.

↑ A força da comunidade da Lapa
Nos tempos acelerados que correm, em que escasseiam os atos de altruísmo, a população lapense e, em particular, o grupo de pais e encarregados de educação das crianças que frequentam o jardim de infância e a escola primária da localidade, deram um excelente exemplo do que a comunidade pode fazer para alcançar um objetivo comum. Perante a degradação crescente dos edifícios escolares frequentados pelas crianças, um grupo de pais uniu-se, fez peditórios, bateu à porta de empresários, e conseguiu reunir uma verba assinalável e a doação de materiais e equipamentos para requalificar os espaços e dar mais conforto e dignidade às instalações.

Muitos parabéns à comunidade e a todos os envolvidos pelo esforço, pela participação, pelo empenho e pela união em torno do presente e do futuro coletivo das crianças e jovens da localidade.

↑ Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense e Associação Os Quarentões de Pontével
A Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense (SFIP) celebrou, recentemente, 115 anos de existência, sendo uma das associações mais antigas do concelho do Cartaxo. Este ano, a SFIP teve razões redobradas para festejar: após a inauguração da sua nova sede em 2005, e tendo continuado a utilizar a antiga sede para um conjunto de iniciativas que privilegiaram muitas e diversas associações, foi realizado nas últimas semanas o acordo que permite saldar a dívida resultante da empreitada, tendo ainda vendido a antiga sede à Associação Os Quarentões de Pontével, organizadores dos festejos anuais em honra de Nossa Senhora do Desterro, em Pontével. Os Quarentões ficam, assim, dotados de uma sede digna onde poderão desenvolver muita da sua atividade de preparação para os festejos anuais e solucionam-se dois problemas, de duas associações muito relevantes no nosso concelho, que se arrastavam há muitos anos.

↓ Super Bock Arena ou Pavilhão Rosa Mota?
Rosa Mota, atleta olímpica e referência desportiva em Portugal, desde 1991 que empresta o seu nome ao pavilhão desportivo do Palácio de Cristal, no Porto, tendo passado a designar-se desde então como Pavilhão Rosa Mota. Ao longo dos últimos dois anos, o pavilhão desportivo sofreu uma intervenção de reabilitação, com o intuito de o tornar num moderno centro de congressos e espaço multiusos, através de um concurso público e concessão da responsabilidade do Município do Porto. Após a conclusão da obra e prestes a inaugurar a sua renovação, os parceiros privados decidiram rebatizar o espaço como SUPER BOCK ARENA – Pavilhão Rosa Mota, sendo suportados pela autarquia e menorizando o nome da atleta de referência, com todo o simbolismo que sempre representou para Portugal. A própria atleta e o Presidente da República, que iriam estar presentes na cerimónia de reabertura, decidiram não marcar presença, tendo Rosa Mota escrito uma carta à autarquia a manifestar o seu enorme descontentamento.

Uma obra que é de saudar mas que fica “manchada” por este facto desrespeitoso para com um dos símbolos do desporto nacional.

Mais artigos
1 De 286

*Artigo publicado na edição de novembro do Jornal de Cá.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.