Termómetro de Esquerda #3

Por Vasco Miguel Casimiro

O termómetro de esquerda é um espaço de opinião de Vasco Miguel Casimiro. Um espaço que será local, regional, por vezes nacional e até internacional. Um espaço de reflexão, de partilha, que não pretende ser imparcial nem unânime.

↑ Ateneu Artístico Cartaxense na Rússia
O centenário Ateneu Artístico Cartaxense já nos habituou, enquanto associação mais eclética e com maior diversidade de modalidades do concelho, a representar a nossa terra no mundo. Os ginastas Isabel Barba, Rita Ferreira e André Pareike estiveram recentemente a representar Portugal nos campeonatos mundiais de ginástica e na competição mundial por grupos de idade, que decorreu na Rússia. Mais uma representação digna de registo que elevou o nome do Cartaxo no mundo.

↑ Web Summit, em Portugal, até 2028
Por trás dos holofotes e do espetáculo da Web Summit, transmitido na tv, existe uma revolução tecnológica, e não só, a passar por Lisboa e a beneficiar Portugal. Para além das 70 mil pessoas, de 160 países distintos, que passam pelo evento de 4 dias, é toda a economia portuguesa e o seu ecossistema empreendedor que ganham. Apesar do ceticismo de alguns, muitas das novidades positivas deixadas são excelentes para a economia, dando como exemplos a Siemens, que criará 400 novos postos de trabalho até 2020, e a Volkswagen, que instalará um novo centro de inovação com 300 postos de trabalho. A confirmação da Web Summit, em Portugal, até 2028, é uma fantástica notícia!

↑ Gastronomia
Foi lançado recentemente o Guia de Restaurantes Certificados da Lezíria do Tejo, um projeto da Entidade Regional de Turismo Alentejo/Ribatejo, onde constam dois restaurantes cartaxeiros: a Taberna do Gaio e o Taxo. A par desta iniciativa, a Confraria da Gastronomia do Ribatejo elaborou a Carta Gastronómica da Lezíria do Tejo, uma forma exemplar de divulgação da extraordinária e rica gastronomia da região e do nosso concelho.

↓ Picar o ponto sem estar presente
A credibilização da política, e das instituições democráticas, depende muito da atuação dos seus intervenientes e é fundamental para afastar os fenómenos políticos populistas. Quando os deputados do PSD (José Silvano, Emília Cerqueira, José Matos Rosa e Duarte Marques) decidem brincar aos deputados-fantasma, picando o ponto sem estarem presentes, quem perde é a democracia. Um excelente contributo (negativo) para o surgimento de extremismos populistas e para mais distanciamento entre os cidadãos e aqueles que os representam.

Ler
1 De 10

↓ Brexit
É a primeira vez, em mais de 60 anos de existência, que o projeto europeu perde um estado membro, sendo um facto assinalável pela negativa. A saída do Reino Unido será, certamente, mais prejudicial para os seus cidadãos do que para os cidadãos dos restantes estados membros da União Europeia. No entanto, é relevante que Portugal possa estabelecer laços bilaterais com o Reino Unido, após a sua saída formal, para que os muitos emigrantes portugueses não sejam afetados nos seus direitos pelo Brexit.

*Artigo publicado na edição de dezembro do Jornal de Cá.

Pode gostar também