Três anos em palco

Opinião de Frederico Corado

A Área de Serviço faz, no dia 25 de Abril, três anos de actividade. E que bela data para celebrar!

Fazer três anos e em tão pouco tempo contar com onze produções no curriculum é motivo para celebrar.

E como passam depressa três anos… Pelo meio vão ficando as noites de estreia, dias e dias de ensaios, o cansaço, os sucessos, as cumplicidades, as amizades, as pessoas que ficam, as que partem, as memórias, os sons, palavras que ditas fazem lembrar determinado espectáculo, tudo nesta teia de cumplicidades que se gera em torno de um palco.

Estamos felizes não só por fazer mais um ano, mas sim por estar a fazer mais um ano. Nesta época que atravessamos conseguir fazer mais um dia já é motivo para celebrar, quanto mais um ano inteiro. E sobretudo a fazer o que gostamos e da maneira que gostamos.

Não temos feito espectáculos porque achamos que vão mais de encontro a esta ou aquela parte do público, temos feito o que queremos fazer e temos a sorte do público nos ter acompanhado e de estarmos a conseguir criar uma identidade própria.

Ao olharmos para trás, neste três anos, passaram pela Área de Serviço autores como Oscar Wilde, Bernardo Santareno, William Shakespeare, Eduardo de Fillipo, Nikolai Gogol, Robert Thomas, Alice Vieira, Moss Hart e George S. Kaufman, autores que quisemos dar a conhecer ao público do Cartaxo e que muito nos orgulhamos de ter posto em cena.

Mais artigos
1 De 263

Agora só nos resta esperar que dia 25 de Abril estejam todos connosco prontos para soprar as velas do nosso bolo no último dia do “Escândalo das Notícias da Noite” (que estreia a 17 de Abril) e que se preparem para celebrar muitos mais aniversários!

*escrito sem o Acordo Ortográfico

 

 

Pode gostar também
Comentários
Loading...