“Um episódio de guerra” pelo Grupo Cénico Kaspiadas

O Kaspiadas – Grupo Cénico da Casa do Povo de Pontével levou à cena no domingo, 9 de junho, a peça “Um episódio de guerra”, no âmbito das comemorações oficiais do Centenário da Morte de Marcelino Mesquita.

A peça, que se pensava ser da autoria do dramaturgo cartaxeiro, é, afinal, a adaptação de um texto de um autor francês sobre a Guerra da Prússia, que Marcelino Mesquita adaptou à realidade portuguesa da época.

O manuscrito foi encontrado entre os pertences de Marcelino, durante o trabalho de pesquisa da Comissão das Comemorações, tendo sido encontrado neste manuscrito o nome do autor do texto original, Edmond Lepelletier.

“Foi uma descoberta surpreendente, a de verificarmos que, afinal, ‘Um episódio de guerra’ é da autoria deste escritor e jornalista francês. E também chegámos à conclusão que o que pensávamos desde o início, que esta peça tinha sido escrita por Marcelino Mesquita para um recital de angariação de donativos para os feridos da 1ª Grande Guerra, do Corpo Expedicionário Português que esteve em França, afinal, era um episódio de uma outra guerra, a guerra franco-prussiana. E isto foi possível descobrir porque, às vezes, a linguagem tem pormenores que nos remetem para determinadas realidades”, explicou a vereadora Elvira Tristão, responsável pelo pelouro da Cultura na Câmara do Cartaxo.

Ainda assim, apesar de esta peça não ser um original de Marcelino Mesquita, a Câmara Municipal vai editá-la no âmbito das Comemorações, tal como inicialmente assumido.

A peça apresentada pelo Kaspiadas foi encenada e adaptada por Mário Júlio Reis. Em palco estiveram António Barra, Fernando Amorim, Filipe Rato, Filomena Calisto, Gonçalo Sereno, João Taveira, José Falagueira, Margarida Rodrigues, Mário Júlio Reis, Paulo Calisto, Pedro Neves e Tiago Santos.

Pode gostar também
Comentários
Loading...