‘Um Punk chamado Ribas’ passa no Cartaxo

O documentário do realizador de Pontével, Paulo Antunes, estreado em maio passado no Cinema São Jorge no âmbito do IndieLisboa, vai ser projetado na sala de cinema do Centro Cultural do Cartaxo, na próxima sexta-feira, 11 de outubro, às 21h30.

João Ribas é sinónimo de Punk. Nome incontornável da música portuguesa e um dos principais impulsionadores do movimento punk. Figura carismática de Alvalade, bairro onde nasceu, esteve na origem de várias bandas importantes do punk nacional, como os Ku de Judas, os Censurados e os Tara Perdida. Também participou em vários projectos paralelos, como por exemplo os Kamones e os Osso Ruído.

Influenciou várias gerações de jovens, músicos e um sem-número de outras bandas. Mas sempre rejeitou qualquer ideia de ser um ícone da música, o que demonstra bem que a sua postura sempre foi genuína e a mesma em relação à música, viveu para ela, e mesmo sem o querer, o seu nome irá estar para sempre ligado à história da música portuguesa.

“Um Punk chamado Ribas”, realizado por Paulo Antunes, conta com a participação de músicos, amigos, familiares e radialistas, fazendo um retrato do músico e prestando-lhe homenagem.

Pode gostar também
Comentários
Loading...