Viaduto de Santana é prioridade para o Cartaxo

Técnicos da IP estiveram no Cartaxo para reavaliação do projeto de construção

Técnicos da empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP) estiveram no Cartaxo, no passado dia 26 de julho, para reavaliação do projeto de construção do Viaduto de Santana/Cartaxo e acesso ao apeadeiro de Santana.

De acordo com a autarquia, a visita ao local, solicitada pelo presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Ribeiro, e acompanhada por técnicos da Divisão de Ambiente, Obras e Equipamentos Municipais da autarquia, teve como objetivo a discussão do traçado e a atualização da estimativa orçamental para que a obra “essencial à mobilidade no nosso concelho possa ser considerada uma prioridade, não só para a Câmara Municipal, mas também para a Infraestruturas de Portugal”.

Para o autarca, “a par da Ponte Rainha D. Amélia e do novo viaduto que ligará o Cartaxo ao Vale de Santarém, esta é uma das obras que consideramos prioritárias para o nosso concelho, por razões de segurança, mas também por se tratar de uma via fundamental para evitar o isolamento de Valada em situação de cheias.”

Desde 2014, início do mandato anterior, que Pedro Ribeiro diz reivindicar junto das entidades competentes – à data REFER e EP-Estradas de Portugal – a “necessidade urgente de elaboração de um novo protocolo conjunto”, que redefina a comparticipação de cada entidade, “para que o lançamento de um novo procedimento de adjudicação da obra , possa ser feito o quanto antes, resolvendo assim um constrangimento rodoviário e ferroviário que é estruturante no nosso concelho, mas também na região e no país”.

Para além da supressão da passagem de nível, que assegurará as exigidas condições de segurança rodoferroviária na principal linha de caminhos de ferro de Portugal, esta obra implica a substituição da ponte rodoviária existente, cujo estado de conservação é deficiente e condiciona o tráfego rodoviário na EN3.3.

Recorde-se que, em 2009, a alteração do traçado da via-férrea na zona de passagem de nível ao Km 60+090 e a modernização do atual apeadeiro de Santana/Cartaxo, localizado junto da passagem de nível agora existente, foram alvo de acordo entre o Município do Cartaxo, a REFER e a EP. Acordo que, em 2012, chegou a constituir uma adjudicação da obra, pelo valor total de 5.098.878,212€ mais IVA, dos quais 12,99 por cento, seriam suportados pelo município, cujo contrato não chegou a ser assinado, por falta de verbas municipais, à época.

Pode gostar também