Vila Chã de Ourique enterra o bacalhau

O Rancho Foclórico “Os Campinos” de Vila Chã de Ourique apresenta, este fim de semana, o tradicional Enterro do Bacalhau.

Esta tradição centenária vai subir ao palco do Centro Social Ouriquense na sexta-feira, 19 de abril, e no sábado, 20, pelas 21h30, e retrata o final da proibição de comer carne durante a época da Quaresma.

Inicialmente representado em cima de carroças, que percorriam as localidades, o Enterro do Bacalhau mudou-se de armas e bagagens para o interior, mas a essência mantém-se: recria-se um tribunal para julgar o bacalhau, com peixes como testemunhas abonatórias, e carnes como testemunhas da acusação, com a Quaresma, mulher do bacalhau, a sofrer por ver o seu amado acusado.

O Enterro do Bacalhau continua a ser representado apenas por homens, tal como nos primórdios e, no final, o desgraçado do bacalhau é enforcado pelo carrasco.

Este Enterro do Bacalhau conta com a participação do Rancho Folclórico Ceifeiras de Porto de Muge, que vai interpretar uma marcha dedicada ao acusado.

A não perder, sexta-feira e sábado, no Centro Social Ouriquense.

Pode gostar também