Vila Chã de Ourique plantou mais de 30 árvores

A plantação de árvores em Vila Chã de Ourique já começou no mandato anterior e é para continuar, garante o presidente da Junta de Freguesia, Vasco Casimiro

426

Vila Chã de Ourique celebrou, esta quarta-feira, o Dia da Árvore, com a plantação de mais de 30 árvores em dois espaços da freguesia: no Parque de Lazer e junto ao Centro de Dia.

Na quarta-feira, a manhã estava fria mas ensolarada, o que permitiu às crianças do Jardim de Infância e da escola de 1º ciclo de Vila Chã de Ourique, e aos utentes da Universidade Sénior e da ACAS – Associação Comunitária de Assistência Social, passarem umas horas bem descontraídas, nesta iniciativa promovida pela Junta de Freguesia local e pela Universidade Sénior.

Assim, com a ajuda de funcionários da Junta, meteram ‘mãos à obra’ e plantaram sobreiros, ameixeiras, amendoeiras, nespereiras e outras árvores de fruto.

A plantação de árvores em Vila Chã de Ourique já começou no mandato anterior e é para continuar, garante o presidente da Junta de Freguesia, Vasco Casimiro. “Já vem do mandato passado, tivemos essa preocupação. Até as árvores que morrem nós vamos logo plantar, novamente. Visto que a freguesia de Vila Chã de Ourique é a freguesia do concelho do Cartaxo com mais área verde, temos de fazer jus”, assegura.

Dia da Floresta celebrado com seminário
Vila Chã de Ourique celebrou o Dia Internacional da Floresta, no passado dia 17 de março, com um seminário na Junta de Freguesia, onde a gestão florestal foi abordada por diferentes entidades e onde o tema da obrigatoriedade da limpeza dos terrenos voltou a ser clarificado.

Mais artigos
1 De 31

Ana Coelho do Gabinete Técnico Florestal do Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal do Cartaxo foi a primeira a falar, naquela manhã de sábado, para uma plateia de mais de duas dezenas de pessoas, fazendo um breve enquadramento do concelho no distrito de Santarém, caraterizando o tipo de ocupação do solo, onde o uso agrícola predomina, e lembrando que Vila Chã de Ourique é a freguesia com maior área florestal no concelho, com maior predominância do eucalipto, espécie com maior predominância no concelho, seguindo-se o sobreiro e o pinheiro. A técnica falou ainda dos incêndios, constatando que no nosso concelho tem sido pouco fustigado, e das faixas de gestão de combustível, voltando a clarificar todo o processo da obrigatoriedade na limpeza dos terrenos cuja data limite acabou por ser adiada até 31 de maio.

Sobre esta questão também falou o 1º sargento Duarte da GNR (SEPNA), nomeadamente no que diz respeito à fiscalização, mas também à sensibilização que os agentes da GNR vêm fazendo junto das populações. Segundo o 1º sargento, grande parte dos proprietários já iniciaram os trabalhos de limpeza, mas ainda surgem muitas dúvidas. O responsável lembrou que desde o passado dia 15 de março os agentes estão em fase de fiscalização.

Ainda antes da intervenção da GNR, falou Rui Queirós Instituto de Conservação da Natureza e Florestas sobre a importância da proteção das florestas, porque elas são “fonte de vida e de riqueza”, lamentando que hoje se olhe mais para a floresta como combustível. Rui Queirós aponta o abandono da floresta como um dos grandes problemas dos incêndios que, acredita, são na sua grande maioria cometidos por descuido ou negligência. “Há portugueses a queimar o País, não são só criminosos”, afirma, sublinhando que “a falta de informação é o grande problema em Portugal”. Numa apresentação muito lúcida sobre a história e o património florestal nacional, o engenheiro termina dizendo que “a floresta é nossa amiga e compete-nos a todos protegê-la e cultivá-la”.

Da parte da tarde, intervieram os restantes interlocutores deste seminário sobre a floresta: o comandante dos Bombeiros Municipais do Cartaxo, David Lobato, que abordou o tema da prevenção e do combate aos incêndios locais (queimas e queimadas) e o Comandante Operacional da Proteção Civil de Santarém, Mário Silvestre, que falou sobre a gestão de Operações da Proteção Civil.

Esta ação partiu de uma organização da Junta de Freguesia de Vila Chã de Ourique e da Universidade Sénior de Vila Chã de Ourique, no âmbito do mês da Proteção Civil do concelho do Cartaxo e sob o lema “Plantar uma árvore… Cuidar da floresta”.

Pode gostar também
Comentários
Loading...