Jovens levam arte e artesanato ao Mercado Municipal do Cartaxo

No domingo, dia 28 de novembro, às 10h, quando as portas do Mercado Municipal do Cartaxo abrirem ao público, serão mais de 40 artesãos a ocupar as bancas e a cumprir o propósito do Coletivo Ruína – invadir o espaço com arte e artesanato.

O Coletivo Ruína reúne jovens que escolheram unir esforços para levar formas de expressão artística à comunidade e ao espaço público e são os promotores da Feira de Arte e Artesanato do Cartaxo, que vai decorrer no Mercado Municipal com o apoio da autarquia.

A Feira de Arte e Artesanato decorre até às 19h e conta, para além do espaço expositivo e de venda, com uma área dedicada a acolher as crianças enquanto quem as acompanha visita a Feira. A vigilância e dinamização desta área será assegurada por técnicas da área de Educação e Juventude da Câmara Municipal do Cartaxo que prepararam diversas atividades lúdicas e muitas surpresas dedicadas aos visitantes mais pequeninos.

Para o pátio exterior do Mercado Municipal, o Coletivo Ruína organizou uma área com música, petiscos e bebidas para que a Feira seja também um lugar de partilha e encontro entre os artesãos, os artistas e o seu público.

Com a época de Natal mesmo à porta, o Coletivo Ruína convida a população a passar pelo Mercado Municipal do Cartaxo, no próximo domingo, para ficar a conhecer o trabalho de quem faz da arte uma forma de vida.

A Feira de Feira de Arte e Artesanato do Cartaxo vai decorrer no cumprimento integral das normas e regras impostas pela Direção-Geral da Saúde, no âmbito da pandemia da doença Covid-19.

Pode gostar também