Vila Chã de Ourique festejou vindimas

©Vitor Neno

Vila Chã de Ourique recuou, mais uma vez, no tempo, ao tempo em que o final das vindimas era uma festa. Os ranchos de homens e mulheres – normalmente, os ‘caramelos’ e as ‘caramelas’ – festejavam o final do trabalho árduo no campo com alegres adiafas. As adiafas já não se fazem, mas Vila Chã de Ourique ‘teima’ em manter vivas as tradições de outros tempos e, por isso, todos os anos, um pouco depois do meio do mês de outubro, leva a cabo a Festa das Vindimas.

Esta festa foi, este ano, organizada pela Universidade Sénior de Vila Chã de Ourique e, como não poderia deixar de ser, teve o seu ponto alto na tarde de domingo, com o Cortejo das Vindimas e a Benção do Vinho.

Carros representativos de atividades como a enxertia, a empa, a poda, a cava, a vindima, a raspa ou até a hora da sesta marcaram presença neste desfile com dezenas de participantes, a que se juntou o carro da Câmara Municipal do Cartaxo, que transportava os Reis e Rainhas das Vindimas das freguesias e os patrões da terra, o carro representativo da cura, da pisa das uvas, da feitura dos tradicionais coscorões, arrobe a arroz doce, do latoeiro ou a tradicional taberna onde, depois de árduos dias de trabalho, os homens se juntavam a beber e a petiscar.

Cortejo das Vindimas, em Vila Chã de Ourique

Juntou-se muita gente no 'Largo da Memória', no domingo 20 de outubro, para ver passar o tradicional Cortejo das Vindimas que, este ano, foi organizado pela Universidade Sénior de Vila Chã de Ouriquehttps://jornaldeca.pt/vila-cha-de-ourique-festejou-vindimas/ #JornaldeCa

Publicado por Jornal de Cá em Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Ao tradicional Cortejo das Vindimas juntaram-se, ainda, as duas marchas de Vila Chã de Ourique: a do Casal da Velha e a dos Camarinhos, que proporcionaram momentos musicais, com as suas coreografias, às centenas de pessoas que se juntaram por diversos locais da vila para ver passar o Cortejo e, para alguns, recordar tempos idos.

Pode gostar também
Comentários
Loading...