CATL de Pontével fecha portas

A sustentabilidade económica fez com que a direção tivesse de tomar a decisão de encerrar de vez o ATL.

Falámos com o padre Miguel Ângelo, presidente da direção do Centro Paroquial de Pontével, que disse ser uma decisão radical “e tão dolorosa para quem a está a tomar”

O Centro de Atividades de Tempos Livres (CATL) de Pontével, do Centro Paroquial de Pontével, já não vai abrir portas. A notícia foi dada aos pais e encarregados de educação, em reunião, em junho, pela direção do Centro Paroquial, que apresentou como motivo para esta decisão a muito difícil situação financeira desta valência.

Uma decisão radical “e tão dolorosa para quem a está a tomar”, começa por lamentar o padre Miguel Ângelo, presidente da direção do Centro Paroquial de Pontével, ao mesmo tempo que acrescenta que “o Centro Paroquial passava por dificuldades com o ATL. Já era do conhecimento público, nós tínhamos angariações de fundos. E eu, numa reunião de pais, em dezembro, disse que as coisas não estavam bem”.

O ATL tem vindo a registar saldo negativo “de 2010 para cá”.


Leia toda a notícia na edição impressa do Jornal de Cá, em banca, esta sexta-feira, no concelho do Cartaxo. Saiba aqui como receber o jornal do Cartaxo.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.