Está assinado o contrato para o novo Centro Escolar de Pontével

O novo Centro Escolar de Pontével deverá entrar em funcionamento no ano lectivo 2018/2019

Foi ontem, dia 22, celebrado na Escola Básica 2,3 de Pontével o contrato para o novo Centro Escolar de Pontével, que terá a capacidade para acolher 275 crianças nas oito salas de 1.° ciclo e três de pré-escolar, um novo refeitório, salas polivalentes e espaços desportivos.

Na cerimónia de assinatura do contrato de empreitado do Centro Escolar de Pontével presidiram à mesa o presidente da Câmara, Pedro Ribeiro, o presidente do Agrupamento de Escolas D. Sancho I, Luís Bruno, o arquiteto Nuno Monteiro, responsável pelo projeto, Orlando Monteiro, representante da Construaza, empresa responsável pela obra, e o engº Bento, da divisão de obras da Câmara Municipal do Cartaxo. Presentes estiveram autarcas, professores, assim como o presidente do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo, Jorge Tavares.

Para o presidente do Agrupamento de Escolas D. Sancho I, que abriu a sessão “esta obra é muito importante quer para o concelho, quer para a zona da área educativa que este agrupamento serve, nomeadamente a área que vai ficar mais beneficiada vai ser a freguesia de Pontével, mas também irá beneficiar alunos de outras freguesias e possibilitar uma melhor resposta em termos pedagógicos”. Segundo o presidente do Agrupamento, “vamos deixar de ter tantas turmas com quatro, cinco e seis níveis e possibilitar que as nossas crianças e os nossos jovens utilizem um equipamento mais adequado ao tempo em que estamos”.

“Hoje é o dia mais importante para mim do atual mandato”, afirmou o presidente da Câmara do Cartaxo, para quem “este é um projeto pensado de acordo com aqueles que estão na escola”, projetado para o futuro. Segundo Pedro Ribeiro, este novo equipamento não implica o encerramento de escolas no concelho, apesar de esta nova escola contemplar e prever “qualquer necessidade para recolocar alunos, caso alguma escola encerre”, justificando o encerramento de algumas escolas com “as dinâmicas geográficas”.

O arquiteto Nuno Monteiro apresentou o novo edifício, que complementar a EB 2,3 de Pontével, dando a conhecer as suas valências, projeto que desenvolveu tendo ainda em conta “as preocupações da manutenção, da eficácia energética e conforto das crianças”, dentro do orçamento previsto.

Mais artigos
1 De 94

Para Orlando Monteiro, representante da Construaza, empresa sediada na Azambuja encarregue de fazer a obra, “o projeto arquitetónico está muito bem estruturado”, relevando os “muitos benefícios a nível energético”, destacando o piso radiante, que será alimentado por painéis solares e uma bomba de calor. Orlando Monteiro afirmou que vai tentar “cumprir escrupulosamente o projeto e fazer com que o mesmo seja executado nos prazos previstos”, assim como “lutar para que não haja derrapagens financeiras”.

Com um investimento acima de 1,3 milhões de euros (custo da obra, mais o custo do projeto e dos equipamentos), o novo Centro Escolar de Pontével deverá entrar em funcionamento no ano lectivo 2018/2019, para as crianças do pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico do Agrupamento de escolas D. Sancho I, em Pontével.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.