Intermarché do Cartaxo não prevê ruturas de stock

Depois da corrida aos supermercados, nos últimos dias, devido ao alarme causado pelos avanços do COVID-19, no País, as principais associações da cadeia alimentar garantem que não se prevê a ocorrência de rutura de stocks. O mesmo fez o Intermarché do Cartaxo, que informa os clientes que “não está previsto entrarmos em rutura de stock”.

Salvaguardando a hipótese de que possa haver falhas “momentâneas” de um ou outro artigo, a gerência deste supermercado do Cartaxo pede “o bom senso no momento de decisão das suas compras para juntos conseguirmos ultrapassar esta pandemia de forma serena e calma”, frisando que “se os consumos se mantiverem estáveis, não haverá rutura de stock, pois não prevemos da parte dos nossos fornecedores cortes nas entregas de mercadoria”.

Internamente, foram tomadas “medidas extraordinárias de desinfeção da loja, como por exemplo dos carrinhos e cestos de compras, vitrines, arcas, corrimãos, porta-sacos, tira-senhas, WC, maçanetas entre outros que julguemos mais necessários e de contacto com o cliente e/ou funcionários”, tranquiliza a gerência, que diz estar a fazer “tudo para manter o normal funcionamento da loja”.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.