Os patos estão de volta ao lago

Depois de quase dois anos à espera para voltarem a ‘casa’, os patos foram, finalmente, devolvidos ao lago, para gáudio deles – dos patos – e dos muitos cartaxeiros que daquele lugar preservam memórias e afetividades.

Foram precisos quase dois anos para que a tão ambicionada obra se concretizasse: a Câmara Municipal investiu mais de 15 mil euros (14.096,11 + IVA) para instalar equipamentos eletromecânicos de tratamento e recirculação da água, para proceder a diversas reparações no fundo e paredes do tanque, e instalar uma fonte lúdica e iluminação subaquática.

As obras iniciaram-se em fevereiro e, apesar de o regresso dos animais ao Lago dos Patos estar previsto para março, só este mês lá foram colocados.

Recorde-se que o Lago dos Patos foi despejado pela autarquia no dia 7 de setembro de 2018, no cumprimento de uma decisão judicial de que a Câmara foi informada pela PSP, e que resultou de uma queixa efetuada por um munícipe, preocupado com o bem-estar dos animais.

Mas não era só o bem-estar dos animais que há muito preocupava os cartaxeiros que diariamente circulavam nas imediações dos patos. Também a proliferação de ratazanas, que tinham já transformado aquele local na sua ‘morada’ era assunto recorrente, havendo até quem chamasse ao Lago dos Patos um ‘condomínio fechado para roedores de grandes dimensões’.

Mais artigos
1 De 451

A requalificação do Lago dos Patos integra um plano de trabalho de beneficiação paisagística do espaço envolvente, que deverá ser iniciado a breve trecho.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.