Rede antiga, muitas ruturas, água turva

Os recorrentes cortes de água no concelho, assim como a ocorrência de água menos transparente a sair das torneiras foi um dos temas abordados na Assembleia municipal, realizada no final do passado mês de setembro. O problema está na rede, que é muito antiga.

O assunto foi trazido pelo deputado do PSD, João Pedro Oliveira, que questionou o facto de nos últimos tempos ter havido vários cortes de água no concelho, nomeadamente em Vale da Pinta em que, diz, “é rara a semana em que não falta a água”.

Esta e outras questões foram respondidas por Fernando Amorim, que substituiu Pedro Ribeiro que se encontrava “adoentado” e não pôde participar nesta primeira assembleia a decorrer em videoconferência. Relativamente a esta questão, o vice-presidente disse ter conhecimento de que a Cartágua está a fazer várias intervenções na rede de abastecimento de água do concelho, nomeadamente na segunda quinzena de agosto, quando decorreram as férias do presidente. Neste período, Fernando Amorim diz ter assinado “mais de 18 autorizações de intervenções na via pública, em todas as freguesias, o que significa que a Cartágua, neste momento, está a fazer uma requalificação da rede antiga”. O vice-presidente diz estar “convicto de que, a curto prazo, essa situação ficará resolvida”, sublinhando que “são tudo intervenções planeadas, não são intervenções de emergência”.

No seguimento deste tema, o deputado socialista Gentil Duarte lamentou a situação dos cortes no abastecimento, da fraca pressão da água, nomeadamente em Vale da Pinta, assim como de fugas que levam a grandes perdas de água, pelo tempo que demoram a ser reparadas. “Agradecia da Cartágua uma informação aos cidadãos sobre estas intervenções, para além de um melhor planeamento das mesmas”, pediu o deputado, frisando que “a Cartágua está a utilizar uma concessão de um bem público”.

Em entrevista ao Jornal de Cá, na edição deste mês de outubro, o presidente da Câmara do Cartaxo reafirma que “a água do Cartaxo é de excelente qualidade e a Cartágua até tem ganho prémios de qualidade, que são públicos, por causa da nossa água”. Água, essa, que Pedro Ribeiro lembra que é “mérito das nossas reservas aquíferas que, de facto, são extraordinárias”.

Ainda em resposta ao Jornal de Cá, o presidente afirma que o facto de, por vezes, termos água amarela a sair das troneiras tem que ver com as ruturas no sistema de abastecimento, que nos últimos tempos tem acontecido, “tantas vezes, porque a rede do Cartaxo é bastante antiga, tem muitos problemas de ruturas”.

Mais artigos
1 De 514

A Câmara Municipal do Cartaxo tem, atualmente, no seu sítio na internet informações sobre as intervenções previstas pela Cartágua em todo o concelho. Contudo, esta informação é baseada em previsões, sendo difícil conseguir a sua confirmação com os serviços da Cartágua, pelo menos foi o que já aconteceu na redação do Jornal de Cá, quando tentou fazê-lo, no sentido de poder informar os seus leitores sobre uma intervenção que esteve programada para o centro da cidade. Nenhuma das várias chamadas, para diferentes números de telefone, foi atendida e, ao que pudemos constatar, até ao momento, nenhuma intervenção naquele local foi realizada.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.