Adaptação tecnológica

Opinião de Miguel Ribeiro

A adaptação tecnológica das pessoas aos seus empregos, aos empregos que vão ser criados e aos que vão deixar de existir é um tema muito importante nos dias que correm, e à velocidade que a tecnologia tem evoluído cada vez mais os nossos métodos e ferramentas de trabalho se vão modificando. A nossa adaptação é por isso essencial.
Cada vez mais o mundo se vai tornando digital e automatizado, todos os tipos de empregos que possam imaginar e que envolvam condutores de carros, aviões, barcos, etc.., deixarão de existir.  Nas empresas de logística os operadores de armazém, atendimento, limpeza, construção, deixarão de existir. Mas milhares de outros tipos de emprego surgirão, menos pesados, menos automatizados, menos mecanizados, pois todos esses serão feitos por robôs.
Mesmo os empregos onde não haja um trabalho fisicamente mais pesado terão muitas adaptações tecnológicas. Por exemplo, o jornal será cada vez menos em papel e cada vez mais online, tal como a mercearia que passará a ter a sua loja online, e as compras virão ter diretamente às nossas casas.
Muito do que escrevi já existe. Já é uma realidade para muitas pessoas.
Mas a adaptação tecnológica não vai ser só nos empregos, as gerações que vêm aí são diferentes em tudo o que nós possamos imaginar, são pessoas que nasceram quando o mundo estava em mudança e se tornou global, para estas pessoas toda esta tecnologia faz parte da vida. Este mundo global é completamente novo para todos nós e enquanto nos estamos a adaptar a ele, a nova geração está a explora-lo.
A adaptação tecnológica também é social, nós enquanto sociedade nunca antes comunicámos da forma como fazemos agora.
Hoje surgem partidos na internet, um dia surgirão governos, não devemos por isso subestimar o poder da internet e da nossa necessidade de adaptação tecnológica, a nossa vida estará, de uma forma ou de outra, ligada a ela.
Pode gostar também
Comentários
Loading...