Coronavírus: Câmara do Cartaxo reabre mais equipamentos municipais

No âmbito da segunda fase do plano de desconfinamento, que se iniciou esta segunda-feira, 5 de abril, há equipamentos municipais de âmbito cultural e desportivo a reabrir no Cartaxo.

O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Ribeiro, decidiu ontem, por Despacho, a reabertura do Museu Rural e do Vinho, dos campos de Padel e de Ténis situados no complexo desportivo e cultural da Quinta das Pratas, assim como das piscinas cobertas e da pista de atletismo do Estádio Municipal, para praticantes de desportos federados.

As feiras e mercados que se realizem no concelho poderão também voltar a comercializar todo o tipo de produtos, desde que asseguradas as normas e condições de segurança definidas pela Direção-Geral de Saúde.

Foi ainda alargado o horário de funcionamento do cemitério do Cartaxo que passa a estar aberto das 8h30 às 18h30, mantendo-se todas as outras medidas anteriormente estabelecidas em vigor.

A abertura de alguns destes equipamentos, nomeadamente na área do desporto, já havia sido anunciada em reunião de Câmara pelo vereador Pedro Nobre, que mencionou ainda a abertura do skate park, que há um mês foi equipado de novo.

Mantêm-se encerrados o Centro Cultural Município do Cartaxo, o Centro de Promoção Vitivinícola, o Auditório da Quinta das Pratas, o Centro de Convívio do Cartaxo, as Piscinas Municipais (com exceção para os desportos federados), o Estádio Municipal (com exceção da pista de atletismo para prática de modalidades federadas), o Pavilhão do INATEL e o Pavilhão Municipal de Exposições (com exceção para o funcionamento do Centro de Vacinação Covid-19).

Ler
1 De 640

O plano de desconfinamento aprovado em Conselho de Ministros prevê a reabertura gradual das atividades económicas, culturais, desportivas e sociais em quatro fases que se iniciaram a 15 de março e, caso não haja alterações, se concluem a 3 de maio.

Pedro Ribeiro apela à responsabilidade individual e coletiva de toda a comunidade e para o cumprimento rigoroso de todas as normas de segurança, para que este possa ser “um caminho de regresso à normalidade”, sem retrocessos.

Pode gostar também