Detida em flagrante delito em Vila Chã de Ourique

Uma mulher foi detida ao início da tarde desta quinta-feira em Vila Chã de Ourique, no interior de uma residência.

A mulher, aparentando cerca de 50 anos, introduziu-se na habitação pelo quintal das traseiras, tendo partido um vidro para entrar na casa.

A mulher, que já tinha sido empregada doméstica da família, aproveitou a suposta ausência de todos os elementos para se introduzir na habitação. Conhecendo bem as rotinas, era suposto que os pais se encontrassem a trabalhar e que ambas as filhas se encontrassem nas respetivas escolas. Só que a filha mais velha, estudante universitária, por ter terminado os exames decidiu voltar a casa por uns dias e ouviu o vidro a partir. Dirigiu-se à casa-de-banho, onde se trancou, com o telemóvel, telefonou à mãe, e a família chamou, de imediato, as autoridades.

O alerta chegou ao posto da GNR do Cartaxo pelas 14h. Quando os militares chegaram ao local, e depois de arrombarem a porta de entrada, depararam-se com a mulher encapuçada no interior da casa, já na posse dos bens que pretendia levar.

A mulher foi detida de imediato. Ao que o Jornal de Cá apurou, as autoridades pensam tratar-se da autora de outros furtos que vinham acontecendo na freguesia há alguns meses.

O Tribunal do Cartaxo decretou a prisão preventiva e a mulher vai ser encaminhada para o estabelecimento prisional de Tires

Pode gostar também

Comentários estão fechados.