Vereadora alerta para estacionamento “indevido” em frente ao padel

Elvira Tristão mostrou o seu desagrado relativamente à forma como os utilizadores do campo de padel, no Cartaxo, estacionam os carros, “indevidamente, no portão lateral da Quinta das Pratas”.

“É inconcebível que praticantes de desporto não se dignem a estacionar no parque de estacionamento da Quinta das Pratas, que fica a 30 metros do campo em que vão praticar desporto e estacionem numa berma [da estrada nacional 114], impossibilitando que os peões transitem ali com segurança – nem que seja um só peão”, reagiu a vereadora do PS, na passada reunião da Câmara Municipal do Cartaxo, realizada no dia 19 de outubro.

A vereadora referiu que já havia dado nota desta questão ao presidente Pedro Ribeiro, que ficou de levar esta situação à comissão de trânsito, “a fim de se tratar da sinalização para proibição de estacionamento”, naquele local.

Questionado sobre esta questão, o responsável pelo campo de padel, Sérgio Silva, reconhece que há utilizadores do espaço que estacionam o carro naquele local, mas também sabe que muitos outros entram pelo portão principal da Quinta das Pratas e deixam o carro no respetivo estacionamento. Contudo, estranha que a vereadora possa assegurar que todos os carros que ali vê estacionados na berma da estrada sejam de utilizadores do campo de padel, sabendo ele que há quem mais ali estacione sem que o seu destino seja o padel.

Por outro lado, Sérgio Silva estranha que quando o Campo das Pratas recebia treinos diários e jogos do Sport Lisboa e Cartaxo ninguém se preocupasse com os carros que ocupavam aquelas bermas da estrada, lamentando que, nos últimos tempos, nomeadamente depois de instalada a pandemia, haja uma difamação constante do campo de padel, quando, garante, tem cumprido com as regras exigidas para o funcionamento daquele espaço desportivo.

Segundo o responsável, há cerca de um mês, todos os utilizadores do campo de padel foram informados de que devem entrar pelo portão principal da Quinta das Pratas, a partir das 19h30, hora a que é fechado o portão pequeno do lado da estrada nacional, cujo acesso ao campo é mais direto. Contudo, lamenta que, estando o espaço aberto até às 24h, o percurso até ao estacionamento da Quinta das Pratas esteja pouco iluminado, sendo pouco convidativo e até inseguro para quem utiliza o campo de padel à noite.

Pode gostar também

Comentários estão fechados.