Jornal de Cá de setembro

Aos poucos voltamos à normalidade, nomeadamente na área da cultura. Este mês de setembro são várias as manifestações artísticas no concelho, desde o teatro, à música, passando pelas artes plásticas ou pelo cinema. Propostas diversas, que abrangem diferentes públicos e que antecedem um mês de outubro também ele marcado pelo regresso do Festival Materiais Diversos, que se realiza no Cartaxo, Minde e Alcanena, localidades que serão anfitriãs da programação artística do festival e do encontro entre as suas comunidades, públicos e artistas de diferentes origens.

Setembro marca ainda o regresso às aulas e à habitual rotina do dia a dia, ainda marcada pela pandemia, que tarda em desvanecer e nos mantém apreensivos e cheios de incertezas relativamente a um futuro próximo. Mas esta é uma altura de recomeços, em que tendemos a fazer balanços e projetos, no sentido de algo mudar e/ ou melhorar nas nossas vidas, seja a nível pessoal, familiar e profissional, mas também a nível global. Mais do que nunca, é urgente pensar e agir de forma ecológica e sustentável ou, de outra forma, vamos sentir na pele os efeitos adversos da nossa negligência no que diz respeito à preservação ambiental e ao uso dos recursos naturais. E se a classe política tem a sua quota-parte de responsabilidade, também cada um de nós é responsável pelo futuro das novas gerações, bastando para isso alterar pequenas rotinas diárias, sem qualquer esforço adicional, mas com responsabilidade e sensatez.

Este mês é também marcado pelo início de um novo ciclo autárquico, com eleições marcadas para dia 26. Também neste caso se exige responsabilidade e sensatez à população, que tem por dever cívico votar. Muitos são ágeis a apontar o dedo às políticas do concelho, mas convém lembrar que mais de metade dos eleitores se abstêm de cumprir este seu dever. E se há coisa que tem de mudar é essa atitude de desistência voluntária de um direito (e dever) cívico, que muito explica o estado em que nos encontramos.


Saiba aqui como receber a edição impressa do Jornal de Cá. Já nas bancas do concelho do Cartaxo

Pode gostar também