UF Cartaxo e Vale da Pinta adere a plataforma de gestão de ocorrências

União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta adere a plataforma de gestão de ocorrências “A minha Rua“, que permite aos cidadão reportar irregularidades no espaço público e acompanhar o desenvolvimento da situação, através da internet.

De acordo com a União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta, esta é uma ferramenta que permite aos cidadãos reportar as mais variadas situações relativas a espaços públicos, desde a iluminação, manutenção de jardins, recolha de lixo, limpeza de valetas, sinalização de trânsito, etc.

Com fotografia ou apenas em texto, todos os relatos serão encaminhados para esta autarquia, que lhe dará conhecimento sobre o processo e eventual resolução do problema.

Para reportar uma ocorrência esta União de Freguesias na plataforma de gestão de ocorrências “A minha Rua” os cidadãos devem selecionar o distrito de Santarém, o município do Cartaxo e a UF Cartaxo e Vale da Pinta (atualmente a única do concelho aderente à plataforma), indicando a morada do local da ocorrência ou a localização no mapa. Deverá depois escolher a categoria, indicar o assunto e fazer uma descrição da situação encontrada, anexando ou não uma imagem para facilitar a identificação da ocorrência. A inserção de dados pessoais permite um maior acompanhamento da situação reportada, nomeadamente com a receção de notificações automáticas por parte da nossa autarquia. O acompanhamento das ocorrências pode ser feito na aba “Consulta” da plataforma, disponível na ligação https://eportugal.gov.pt/pt/a-minha-rua.

“A União de Freguesias pretende com o apoio desta ferramenta facilitar a participação dos cidadãos e agilizar a resolução de problemas que afetam o nosso território, integrando no seu Plano de Trabalhos as ocorrências que sejam da sua responsabilidade, bem como comunicando outras tantas cuja competência seja de outras entidades públicas ou privadas”, lê-se no comunicado da União de Freguesias Cartaxo e Vale da Pinta, que adianta que “zelar pelo nosso espaço público e pelo bem-estar da nossa comunidade está nas mãos de todos os que dela fazem parte”.

Pode gostar também