O Poder Local e as empresas, namoro ou relação complicada?

Esta semana é tema de conversa a relação das empresas com o Poder Local e o convidado deste programa é o Paulo Neves.

O Paulo Neves tem 59 anos, é empresário, foi vereador pelo PSD na Câmara Municipal do Cartaxo e, depois de quatro anos fora das lides políticas, está de regresso á política como cabeça de lista, pelo PSD, à Assembleia Municipal do Cartaxo.

Em tempos o Cartaxo foi uma terra de lavradores com Quintas históricas que davam trabalho a muita gente. Hoje já não é bem assim.

Temos cá grandes empresas, algumas delas são premiadas ano após ano com o selo PME Líder e PME Excelência, e isso é fruto do empreendedorismo dos nossos empresários e da resiliência de quem está à frente dos negócios.

Muitas destas empresas passaram de pequenas empresas familiares a médias empresas exportadoras. Mas podíamos ter mais empresas que dariam emprego a quem aqui reside.

Ler
1 De 22

Entre 2009 e 2019 o número de empresas não financeiras diminuiu no Cartaxo, de 2 506 para 2 294 um decréscimo de 8,5%. (Fonte: INE, Pordata)

Atualmente temos no Cartaxo zonas industriais sem ligação às ETAR, temos zonas industriais sem acesso à autoestrada e ao comboio e temos zonas industriais sem empresas.

A relação dos empresários com o Poder Local não tem sido muito feliz, muitos queixam-se que os processos de licenciamento são morosos, outros que é difícil trabalhar com o município, outros queixam-se do PDM.

Conversa Afiada é um programa áudio digital do Jornal de Cá com Fátima Rebelo e Pedro Mendonça.

Pode gostar também